Como limpar um derramamento de óleo e quem faz isso?

Escrito por laurel cleary | Traduzido por juliana soares
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como limpar um derramamento de óleo e quem faz isso?
As barreiras flutuantes são usadas para cercar e conter um derramamento de óleo (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Os derramamentos de óleo ocorrem com mais frequência do que você imagina. A Agência de Proteção do Meio Ambiente (EPA) dos Estados Unidos informa que cerca de 14.000 derramamentos de óleo são reportados todos os anos. A EPA é responsável por lidar com derramamentos que ocorrem dentro e nas proximidades das águas dos Estados Unidos. Se um derramamento ocorrer nas águas da costa ou em águas mais profundas, a responsabilidade é da Guarda Costeira dos Estados Unidos. A limpeza propriamente dita é responsabilidade da empresa responsável pelo derramamento, algumas vezes com ajuda das agências locais, estaduais e federais. Há um pessoal especialmente treinado para fazer a limpeza emergencial que é responsável pelo trabalho físico de limpeza do óleo. Eles usam uma variedade de técnicas.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Barreiras flutuantes
  • Aspirador
  • Dispersantes químicos
  • Gelificantes - solidificadores químicos
  • Agentes biológicos como bactérias
  • Materiais absorventes - orgânicos, inorgânicos e sintéticos
  • Equipamento de lavagem de alta pressão
  • Ancinho
  • Escavadeira
  • Pulverizador

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Cerque e isole a área afetada com barreiras flutuantes. Essa barreira pode ser formada por uma série de tubos infláveis de neoprene, ou pode ser sólida, de um material flutuante. Uma vez que o vazamento for contido, passe o aspirador pelo óleo, sugando ou recolhendo para os tanques de armazenagem em navios próximos ou para a costa. Use esse método em águas calmas, desobstruídas.

  2. 2

    Espalhe os materiais absorventes no óleo para que seja removido. Eles podem ser materiais naturais como a turfa ou serragem, inorgânicos como barro ou cinzas vulcânicas, ou sintéticos parecidos com plástico. Use os absorventes para derramamentos pequenos ou como o passo final na limpeza de um grande derramamento.

  3. 3

    Borrife os dispersantes químicos por meio de barcos, aviões ou a partir da costa. Esses produtos químicos transformam as partículas de óleo em gotículas para que se dispersem, evaporem e se tornem biodegradáveis naturalmente. Borrife os dispersantes quando o derramamento cobrir uma grande área e principalmente imediatamente depois do derramamento. Isso deixará o óleo menos tóxico.

  4. 4

    Espalhe os gelificadores, ou solidificadores, no óleo. Misture essas substâncias com o óleo direcionando jatos fortes de água na área afetada. Uma vez que os gelificadores reagirem com o óleo, fazendo com que fique sólido, remova-o com redes, equipamentos de sucção ou aspiradores. Use essas substâncias em águas mais agitadas em vez de outras técnicas, visto que essas águas ajudarão a misturar a substância no óleo. Use os solidificadores para derramamentos menores e para evitar que o óleo entre em contato com habitats mais sensíveis.

  5. 5

    Aplique os agentes biológicos como os fertilizantes e micro-organismos no derramamento. Eles aceleram o processo de biodegradação, transformando o óleo em substâncias naturais como os ácidos graxos ou o dióxido de carbono. Os fertilizantes estimulam o crescimento de micro-organismos. Fazendo isso e incluindo mais micro-organismos a aqueles que estão naturalmente no local do derramamento, haverá uma aceleração no processo de limpeza. Use os agentes biológicos para limpar a costa, os pântanos e outras áreas cobertas por água.

  6. 6

    Limpe o litoral com equipamentos de lavagem de alta pressão, ancinhos e escavadeiras para áreas contaminadas por óleo. Além disso, lave os animais com substâncias absorventes. Use a evaporação natural, a biodegradação e a oxidação, combinando-as com os métodos físicos para ajudar na recuperação da costa mais rapidamente.

Dicas & Advertências

  • Às vezes, a melhor forma de limpar um derramamento de óleo é não fazer nada e deixar o óleo parado para que se disperse sozinho. A recuperação natural por meio da ação das ondas, do vento, do sol, das correntes e da atividade dos micro-organismos podem fazer a limpeza eficientemente em áreas remotas, principalmente se o óleo derramado é de um tipo mais leve.
  • Use também táticas como os balões com gás hélio ou outros objetos flutuantes para espantar pássaros e outros animais das áreas afetadas.
  • A tempo de resposta do tratamento das áreas de derramamento varia de acordo com a quantidade de óleo derramado, condições do mar, correntes e vento. Uma escolha cuidadosa das técnicas e materiais usados para a limpeza é crítica para o sucesso do esforço. Usar o método errado pode até piorar a situação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível