Lista das características dos fluidos refrigerantes

Escrito por jessica kaufman | Traduzido por guilherme maluf
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Lista das características dos fluidos refrigerantes
Ar condicionado usa características químicas dos refrigeradores para esfriar o ar quente (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Os fluidos refrigerantes possuem papéis fundamentais nos dois ciclos de refrigeração. Conforme evaporam, mudam seu estado de líquido para gasoso e diminuem a temperatura. Muitos aparelhos modernos, como condicionadores de ar e geladeiras, aproveitam as propriedades de arrefecimento desses fluidos fazendo com que seus componentes químicos mudem constantemente de gás para líquido e vice-versa para manter uma refrigeração constante. Esses produtos químicos passam por um sistema de bobinas que puxam o ar quente e o resfria enquanto passa por elas.

Outras pessoas estão lendo

Odor

A maioria dos fluidos não possuem cheiro quando estiverem em baixas quantidades mas, em concentrações maiores, emitem um odor distinto para cada substância, o que permite identificar os vazamentos de acordo com o cheiro dessa substância. Em concentrações superiores a 20% do volume de ar, o odor se assemelha a tetracloreto de carbono, que é doce e parecido com o cheiro de sabão para lavagens a seco.

Cor e estabilidade

Todos os fluidos refrigerantes puros são incolores, tanto na forma líquida quanto na gasosa. Cores podem ser adicionados para facilitar sua identificação ou podem surgir quando misturados com outros componentes químicos. Muitos compostos dos fluidos são considerados estáveis já que não se decompõe durante o processo de mudança física de gás para líquido.

Ponto de ebulição

O ponto de ebulição dos fluidos de refrigeração depende da pressão atmosférica. Muitos deles possuem ponto de ebulição entre -45°C e -33°C, com exceção do R12 e R11 que têm pontos de ebulição bem mais altos, de -29°C e 9°C, respectivamente. Em condições normais de temperatura e pressão, a maioria deles permanece na forma líquida, devendo alcançar seu ponto de ebulição para virar vapor.

Riscos e benefícios

Fluidos refrigerantes com baixo ponto de ebulição podem machucar os olhos em seu estado líquido, devendo-se usar óculos de proteção o tempo todo. Se o líquido entrar em contato com os olhos, os tecidos congelam. A maioria deles não contamina alimentos e não são venenosos em nenhuma das formas, com exceção da amônia, que é altamente tóxica. A forma gasosa do refrigeradores, misturada com o ar, não trazem problemas aos olhos, narizes, gargantas ou pulmões se inalados, mas concentrações excessivas podem levar a perda de consciência e até morte, por causa da falta de oxigênio no cérebro. Eles têm propriedades solventes, que reduzem e removem partículas de sujeira e óleo dentro do sistema de arrefecimento. A maioria dos fluidos em suas formas líquidas e gasosas não corrói os metais do sistema. Alguns, como a amônia e o R290, são altamente explosivos e inflamáveis.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível