Como um macaco se adapta ao ambiente?

Escrito por ho-diep dinh | Traduzido por andre trapani possignolo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como um macaco se adapta ao ambiente?
Os macacos possuem grande capacidade de adaptação (monkey image by Pali A from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

Visão geral

Todas as coisas vivas desenvolvem mecanismos evolutivos que asseguram a sobrevivência no ambiente. Os que não forem aptos a isso, morrem e tornam-se extintos. Os macacos geralmente vivem em florestas tropicais e subtropicais da América do Sul, Africa e Ásia, apesar de, em algumas exceções, sobreviverem a ambientes com temperaturas extremas. Por exemplo, o macaco-japonês tolera temperaturas muito baixas no inverno da ilha de Honshu, e um grupo de babuínos amarelos consegue sobreviver nas fortes secas do deserto da Namíbia, no sul da África. Macacos encaram ameaças de todos os tipos de predadores, como cobras, leopardos, tigres, alguns pássaros e, é claro, os humanos. Mas, a maior ameaça é a devastação do habitat pelo desmatamento. Para viverem no meio ambiente, os corpos deles são adaptados para escalar árvores, alimentar e evitar predadores.

Adaptações para alimentação

Os cérebros altamente desenvolvidos dos macacos permitem que eles criem mapas mentais da localização de comida, como árvores frutíferas, e que saibam quando os frutos estarão maduros e, portanto, prontos para comer. Eles também são capazes de pegar comida com as mãos, assim como os humanos. Ainda, alguns macacos possuem caudas especiais que servem como um quinto membro para pegar comida.

Adaptações para viver e sobreviver

Os corpos dos macacos são adaptados para um estilo de vida sobre das árvores. Eles possuem olhos voltados para frente, o que os permitem enxergar metros abaixo de grandes alturas. Têm mãos e pés pelados, que os permitem se prender em árvores, assim como dedos e polegares opositores combinantes, possibilitando que envolvam objetos ou galhos com as mãos ou pés em um aperto forte. Essa habilidade permite que sejam ágeis e mais aptos a evitar os predadores. Macacos têm cérebros altamente desenvolvidos, responsáveis pelas características de comportamento semelhantes às dos humanos. Eles formam laços sociais fortes, sendo que alguns vivem em pequenos grupos familiares que ajudam uns aos outros, o que garante a sobrevivência. Os macacos também conseguem comunicar-se com gestos de mãos e sons especiais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível