Maneiras de disciplinar quanto à mentir

Escrito por alex saez | Traduzido por julia palma ramôa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Maneiras de disciplinar quanto à mentir
Uma disciplina não-violenta é a maneira mais efetiva de remediar a mentira (Creatas/Creatas/Getty Images)

Como pai, você descobrirá que seu filho terá incontáveis comportamentos inadequados. Mentir é comum entre as crianças de todas as idades e deve ser combatido adequadamente. Punição é uma prática geral que se aplica a qualquer má comportamento, sendo a desonestidade só mais um deles. Conhecer maneiras práticas de reforçar o bom comportamento fará com que seu filho se comporte bem e seja honesto com os outros.

Outras pessoas estão lendo

Crianças na pré-escola

Segundo a Academia Americana de Pediatria, a punição naturalmente varia de acordo com a idade. Para crianças bem pequenas ou que estejam na pré-escola, eles recomendam a abordagem "de pausa". Ela acontece "quando os pais param de dar atenção e ignoram, colocando a criança em uma cadeira durante determinado tempo, sem interação com o adulto". Isso pode ser aplicado quando ocorre qualquer transgressão, inclusive a mentira. Outra opção para essa idade é a punição verbal. Uma simples repreensão é uma maneira eficaz de explicar o porquê de não estar satisfeito com a desonestidade dele. Entretanto, a Academia Americana de Pediatria adverte que essa abordagem deve ser utilizada com pouca frequência, já que repreensões constantes podem dar a atenção que a criança desejava. Para evitar que as repreensões verbais se tornem ineficazes, não as misture com as pausas. Além disso, não se esqueça que para elas funcionarem, deve-se ser consistente em suas punições. Outra boa maneira de não incentivar a mentira, sem levar a consequências graves, é dizendo a criança que se ela começar a falar a verdade, a punição será menos severa. Demais casos, enfatize que se ela for honesta com você, sempre será honesto com ela.

Crianças pequenas

A medida em que as crianças vão crescendo, suas motivações para mentir vão mudando. Uma razão comum é evitar a punição. Enquanto a abordagem "de pausa" funciona para as crianças menores, a complexidade das punições deve ir aumentando conforme a idade. Quando as crianças entram na escola, elas fazem amigos e participam de atividades recreativas. Se pegar seu filho mentindo, deve-se aumentar a severidade da pausa para o castigo em si. Quando coloca sua criança de castigo, ela deve ficar sem determinados privilégios, como passar tempo com os amigos ou jogar videogame.

Adolescentes

Todos sabem que a adolescência é um período de rebeldia, então eles costumam quebrar as regras e tentam tirar vantagem dos seus pais mentindo. Repreensões verbais só levariam a discussões e resistência, uma vez que os adolescentes não dão muita credibilidade ao que os pais dizem. Assim como as crianças crescem, seus privilégios também. Por exemplo, adolescentes dependem bastante de dirigir. Tirar esse privilégio é uma ótima maneira de ensiná-los a serem honestos. Da mesma forma, eles gostam de socializar, então deixá-los de castigo é outro recurso excelente.

Força física

Alguns pais acham que força física é uma maneira de punir certos comportamentos, como mentir. Contudo, a Academia Americana de Pediatria se posiciona fortemente contra essa medida. Não apenas é ineficaz à longo-prazo, como os pais correm o risco de machucar seus filhos, especialmente quando mais jovens, onde há uma diferença considerável de força. Segundo a Academia, 90% dos pais americanos já bateram em seus filhos para discipliná-los, mesmo sendo menos eficaz do que colocar de castigo ou dar a pausa. Um tapa no bumbum pode parecer inofensivo, mas bater acarreta uma série de problemas. Mesmo quando criança, ela poderá retaliar de forma agressiva, em sua própria defesa. Além disso, força física pode diminuir a efetividade das estratégias não-violentas quando elas não forem mais uma opção, durante a adolescência, por exemplo. Em outras palavras, dar pausas e colocar de castigo "não funcionam mais quando bater já foi usado anteriormente como método disciplinar".

Prevenindo a mentira

Punir seu filho é desagradável para os dois. Para diminuir a quantidade de incidentes, é importante que você tome medidas preventivas. Explique ao seu filho porque é errado mentir, além de como isso machuca ele e os outros. É também muito importante que você seja um bom exemplo. Seja sempre honesto, especialmente com eles. Se mentir para sua criança, perderá credibilidade e eles podem perceber sua hipocrisia. A AAP também ensina que antes dos 6 anos, as crianças tem dificuldade de saberem o que é real e o que é ficção, então eles podem não se dar conta de estarem mentindo. Mentir tem um lado positivo, pois é um indicativo de que seu filho está desenvolvendo consciência e tenta esconder sua culpa. Uma zona de intermédio é a mentira branca. Muitos adultos não veem problema nessa tipo de conduta, e então as crianças também adotam essa ideia. Evite as mentiras brancas, principalmente com suas crianças.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível