O que é uma liga metálica?

Escrito por tom lutzenberger | Traduzido por luiza g. brando
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é uma liga metálica?
As ligas metálicas não são uma novidade (Image by Flickr.com, courtesy of R11)

As ligas metálicas são um produto da metalurgia que data desde os tempos antigos, quando os ferreiros trabalhavam para criar materiais de metal mais duros do que as características naturais deles. Esse trabalho primordial tornou-se a base para o processo do qual dependemos para os produtos de metal atuais.

Outras pessoas estão lendo

Definição da liga metálica

As ligas metálicas são constituídas por uma mistura sólida de dois ou mais metais. Como eles são essencialmente derretidos juntos, essa combinação de metais se liga em nível molecular, o que cria uma dureza maior no produto final do que a que existia nos materiais brutos. Elas também podem ser criadas para ter outras características não encontradas na natureza, dependendo de quais metais são misturas e em quais quantidades.

História

A primeira liga metálica conhecida na história foi o bronze. Ele era uma mistura de nove-décimos de cobre e o resto de estanho. O bronze era um metal mais resistente do que o cobre utilizado na base, o que produzia melhores armas, armaduras e ferramentas. Esse avanço tecnológico deu aos inventores, os sumérios, em 3.000 a.C., uma vantagem sobre as outras tribos.

A Pérsia tornou-se o próximo berço de outra liga metálica importante, pois produziu um metal fundamental, o aço carbono, em 1.600 a.C. Assim, eles abriram as portas para a Idade do Ferro. Muitas pessoas dizem que nós ainda somos bastante dependentes do aço e continuamos na mesma fase de evolução do metal iniciada pelos persas.

Benefícios modernos

Seguindo as evoluções do aço, os ferreiros e os químicos foram subsequentemente capazes de desenvolver metais pesados, como níquel e cromo. Isso criou metais adicionais que podem ser misturados em novas ligas, o que melhora a capacidade do aço, entre outras vantagens. Os benefícios modernos das ligas metálicas incluem o aço inoxidável, a alta resistência ao desgaste, aos arranhões e à ferrugem.

Processo de derretimento

As ligas metálicas são misturas de diferentes elementos que, quando derretidos, dissolvem em diferentes temperaturas. À medida que o calor aumenta, é comum que um metal se liquidifique enquanto outro ainda permanece sólido. Para realmente construa-se uma mistura apropriada, a temperatura deve ser alta o suficiente para que todos os metais envolvidos cheguem ao estado líquido; o chamado ponto eutético da mistura. O ponto eutético varia de uma liga para outra, dependendo da receita específica de cada liga metálica.

Classificação das ligas metálicas

As ligas metálicas também são classificadas com base no processo de mistura. Elas podem ser qualificadas de acordo com quantos metais de base estão envolvidos. As ligas binárias têm dois metais, as ternárias têm três e várias outras categorias numéricas abrangem ligas metálicas mais complexas.

As ligas metálicas são rotuladas de maneira diferente mesmo em nível molecular. As ligas cujas moléculas metálicas têm átomos de diferentes tamanhos são classificadas como ligas intersticiais; as ligas com misturas de átomos de tamanho similar (ou igual) são classificadas como substitucionais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível