Como a motivação e a produtividade afetam a mudança organizacional?

Escrito por jonathan lister Google | Traduzido por mayara leal
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como a motivação e a produtividade afetam a mudança organizacional?
É necessário motivar o funcionário durante um período de mudança organizacional (PhotoObjects.net/PhotoObjects.net/Getty Images)

A mudança organizacional é uma realidade comum no mundo dos negócios. As empresas estão constantemente em busca de estratégias operacionais e modelos de negócio mais eficientes para maximizar receitas e diminuir os custos. A motivação e a produtividade dos colaboradores têm uma grande influência sobre a capacidade das empresas de implementar a mudança organizacional. É a tarefa da gestão de pessoas ganhar a aprovação dos funcionários com relação às novas estratégias operacionais, evitando que as empresas experimentem uma queda na produtividade.

Outras pessoas estão lendo

A psicologia da mudança

Um negócio em mudança deve travar uma batalha psicológica com os colaboradores para manter a produtividade e a motivação altas. Segundo o site Changing Minds, uma empresa inicialmente vê otimismo desinformado por parte dos funcionários quando uma mudança organizacional é iniciada. Isso é, muitas vezes, conhecido como o "período de lua de mel". A produtividade e motivação do trabalhador permanecem elevados durante essa fase, pois o entusiasmo com a nova direção organizacional serve de combustível para o empregado. A gestão pode achar que é relativamente fácil implementar novas estratégias e mudanças durante esse período, porque os colaboradores as aprovam no escuro, sem curiosidade sobre os detalhes.

Pessimismo informado

O otimismo desinformado geralmente se transforma em um pessimismo informado na força de trabalho. Esse é um período em que os funcionários se voltam contra a mudança organizacional em favor dos métodos mais antigos e confortáveis ​​de operação. A produtividade pode ser lenta durante esse período, pois os trabalhadores continuamente questionam o raciocínio por trás das mudanças na operação. É o trabalho da administração mostrar os aspectos positivos da nova direção organizacional e incentivar os trabalhadores a aderir a nova abordagem. Os funcionários que se recusam a aceitar o novo sistema podem arrastar a produtividade para baixo e atrapalhar o progresso da mudança.

Otimismo informado

O otimismo original começa a ressurgir quando os empregados veem os benefícios das mudanças organizacionais da empresa. O otimismo nessa fase pode coincidir com a resignação de que os métodos antigos não voltarão. A motivação retorna juntamente com a produtividade, permitindo que os gerentes realmente avaliem a eficácia da nova direção da organização. A produtividade aumenta, porque os trabalhadores necessitam de menos suporte devido a um maior conhecimento das políticas e dos novos métodos operacionais. A gestão não conseguirá levar os trabalhadores a essa fase sem estratégias para motivá-los e manter esse estado de ânimo. Técnicas de motivação devem enfatizar os pontos positivos dos novos métodos operacionais da empresa e como eles facilitam a vida dos funcionários.

A velocidade da mudança organizacional

Uma empresa que é lenta para implementar a mudança em seu modelo de negócios é vulnerável às quedas na produtividade, desmotivação do trabalhador e perdas em receita. A empresa deve identificar os funcionários e os gestores que são mais e menos receptivos às mudanças no início do processo. Empregados adaptáveis ​​são um trunfo para uma empresa, enquanto os funcionários mais difíceis podem custar tempo e dinheiro. Despedir esses inimigos da transformação pode ser necessário para efetivamente implementar a mudança e seguir em frente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível