Que tipo de música ajuda as plantas a crescerem mais rápido?

Escrito por chris newton | Traduzido por roger vargas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Que tipo de música ajuda as plantas a crescerem mais rápido?
Estudos revelam que a música clássica estimula o crescimento das plantas (Jill Fromer/Photodisc/Getty Images)

Muitos estudos foram feitos para analisar os efeitos de diferentes tipos de música no crescimento das plantas. Os estudos são realizados frequentemente pelos alunos para feiras de Ciências, embora os cientistas realizem pesquisas semelhantes. A maioria dos estudos concluiu que certos tipos de música ou sons estimulam as plantas a crescer mais rapidamente, enquanto outros tipos de música realmente dificultam e atrasam o processo de crescimento. Dois tipos de música destacam-se dentre as que ajudam as plantas a crescer mais rapidamente. Sons específicos também podem estimular o crescimento das plantas.

Outras pessoas estão lendo

Música clássica

A música clássica foi determinada por pesquisas como um estimulante para o crescimento das plantas. Foram realizados muitos experimentos para fazer crescer diversas plantas, em diferentes áreas. Plantas do mesmo tipo foram plantadas ao mesmo tempo. Numa área tocaram música clássica, continuamente, enquanto em outra área tocaram diferentes tipos de música ou deixaram sem música. Após certo tempo de observação, os estudos concluíram, em sua grande maioria, que as plantas com música clássica cresceram melhor do que plantas expostas a outros tipos de música ou sem som algum. Outro estudo em 1973, por Dorothy Retallack, autora de "The Sound of Music and Plants" (O som da música e das plantas – ainda sem tradução para o português), concluiu que as plantas cresceram melhor quando expostas à música clássica do norte da Índia. As plantas, literalmente, voltaram-se em direção os alto-falantes depois de poucos dias.

Música suave

As plantas geralmente crescem mais rápido e mais saudáveis quando expostas a tipos de músicas suaves. Em seus experimentos, Dorothy Retallack determinou que após alguns dias de mansidão, "com músicas agradáveis, as plantas cresceram rapidamente, em oposição às mesmas plantas expostas à música rock. Elas estavam, em geral, mais saudáveis e começaram a virar na direção dos alto-falantes, como se fossem atraídas pelo som. Dentro de duas semanas, as plantas na sala de música serena eram vibrantes e saudáveis; enquanto que as na sala de música rock eram altas, desengonçadas e caídas. Canções calmas ou relaxantes podem ser um jazz suave, R&B contemporâneo ou qualquer outra música lenta e descontraída.

Sons

Tipos diferentes de som também foram determinados como fator de ajuda ao crescimento mais rápido das plantas. O primeiro experimento de Dorothy Retallack, em 1973, estudou os efeitos dos diferentes tons tocados enquanto as plantas cresciam. Ela descobriu que um tom contínuo durante oito horas as matou dentro de duas semanas. Porém, o mesmo tom tocado três horas por dia, em intervalos, ajudou-as a crescer com mais rapidez e saúde do que plantas sem exposição ao som. Muitas pessoas também usam CDs com "sons da natureza" para estimular o crescimento das plantas e descobriram que o som ajuda no crescimento das plantas, melhor do que em silêncio. Em seu ensaio, "The Effects of Sound on Living Organisms" (Os efeitos do som em organismos vivos – ainda sem tradução para o português), Yannick Van Doorne concluiu que os sons da natureza, como pássaros ou sons da floresta, estimulam o crescimento de plantas porque, muitas vezes, os sons são parte do ambiente natural de uma planta saudável.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível