O papel do enfermeiro na prevenção da asma

Escrito por mario coccia | Traduzido por juliana ferreira dos anjos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O papel do enfermeiro na prevenção da asma
Os enfermeiros ajudam a prevenir e controlar a asma (nurse chris image by John Keith from Fotolia.com)

Os enfermeiros incluem os profissionais de enfermagem e de consultórios médicos, hospitais e escolas, os quais têm um papel importante na prevenção e controle da asma. Uma doença crônica e potencialmente debilitante, a asma é resultado de uma inflamação das vias aéreas nos pulmões. O tratamento adequado previne os sintomas, mantem o nível de atividade e função pulmonar e evita atendimentos de emergência nos hospitais. Os enfermeiros educam os pacientes, asseguram uma avaliação precisa sobre a doença e ajudam a realizar as habilidades necessárias para controlar a asma, como parte da rotina diária.

Outras pessoas estão lendo

Avaliação, a chave para a prevenção

Os enfermeiros muitas vezes veem e avaliam o paciente antes que o médico. Com a asma, o enfermeiro deve prestar atenção especial à experiência dos sintomas no paciente: a frequência, gravidade e qualquer padrão de ocorrência. Por exemplo, a asma frequentemente ataca à noite ou após exposição a exercícios, alérgenos ou fumo.

A severidade da asma pode ser medida pelo volume expiratório forçado, utilizando um espirômetro. O Instituto Nacional do Coração, Pulmões e Sangue, em sua publicação "Enfermeiros: Parceiros no cuidado da asma", aponta que estes profissionais obtêm leituras mais precisas de volume expiratório através de boa instrução e treinamento. Ao realizar o volume expiratório em visitas posteriores, eles também podem avaliar quão bem o tratamento previne os sintomas.

Estratégias de prevenção

Em pessoas com asma, o tratamento de episódios atuais e a prevenção de futuros episódios envolvem duas estratégias importantes executadas pelos enfermeiros. Primeiro, eles conversam com os pacientes para identificar e ajudá-los a evitar que a asma desencadeie. Eliminar o fumo em casa, evitar o contato com alérgenos como o pelo de gato e antecipar o efeito do exercício podem prevenir os sintomas. Em segundo lugar, os enfermeiros educam os pacientes sobre os diferentes tipos e usos de cada medicamento e equipamentos especiais como nebulizadores e inaladores. A prevenção de sintomas representa o principal objetivo do tratamento.

Coordenação do cuidado

Os sintomas da asma muitas vezes levam o paciente a envolver vários profissionais de saúde diferentes, incluindo alergistas, especialistas respiratórios, médicos de cuidado primário e profissionais de emergência. O Instituto Nacional do Coração, Pulmões e Sangue afirma que os enfermeiros podem e devem construir parcerias com as famílias dos pacientes e outros profissionais de saúde envolvidos, para que os pacientes recebam o apoio adequado, comunicações consistentes e cuidado coordenado. Caso contrário, informação confusa e conflitante pode resultar em um tratamento inadequado.

A eliminação de barreiras ao tratamento

O Instituto Nacional do Coração, Pulmões e Sangue afirma que através da interação efetiva do paciente, os enfermeiros podem detectar e discutir as barreiras ao tratamento e oferecer aos pacientes estratégias para superá-las. Eles podem ajudar os pacientes a simplificar seus regimes, fazer com que os medicamentos diários façam parte da rotina, contar com a ajuda de membros da família, lidar com questões culturais e reforçar noções básicas de tratamento. Uma importante barreira pode ser a financeira. Os enfermeiros podem ajudar os pacientes e suas famílias a interagirem com companhias de seguros para determinar cobertura e encontrar maneiras acessíveis e eficazes de tratar a doença.

Enfermeiros escolares

O Programa Nacional de Educação e Prevenção da Asma disse em uma publicação para enfermeiros de escolas que eles "fornecem educação apropriada em asma e intervenção no comportamento de saúde para alunos, pais e funcionários da escola quando sinais e sintomas de asma não controlada e outras áreas de interesse são identificadas." Os enfermeiros escolares podem contribuir para assegurar que os estudantes tomem a medicação adequada quando necessário, durante o período que estiverem na escola, e alertam a família e o provedor de cuidado primário se o tratamento precisa de ajuste.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível