O que mais pássaros têm em comum com pinguins?

Escrito por jennifer reynolds | Traduzido por andre trapani possignolo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que mais pássaros têm em comum com pinguins?
Existem 17 espécies conhecidas de pinguins, que variam em coloração, tamanho e comportamento (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Os pinguins são aves marinhas que não voam, encontrados principalmente na Antártida, embora esteja espalhados em grande parte do Hemisfério Sul e raramente cruzam o equador. Na verdade, apenas um pequeno grupo de pinguins selvagens, que vivem em Isabela, uma ilha de Galápagos, vive no Hemisfério Norte. No entanto, alguns de seus parentes mais próximos no reino animal são as aves aquáticas do Hemisfério Norte.

Outras pessoas estão lendo

Evolução

Os mais antigos fósseis de pinguins encontrados foram descobertos na Nova Zelândia e estima-se que tenham 60 milhões de anos. Este fóssil ajudou a mudar a crença anterior de que os pinguins evoluíram separadamente das aves que voam, há aproximadamente 150 milhões de anos atrás. O fóssil encontrado na Nova Zelândia apresenta características semelhantes a alguns pássaros modernos e antigos voadores, levando os cientistas a acreditar que os pinguins realmente evoluíram a partir de aves de voo a cerca de 80 milhões de anos atrás e estão intimamente relacionadas com as aves marinhas, como albatrozes, mergulhões e petréis.

Albatroz

O albatroz é um grande pássaro de mar que faz sua casa na região da Antártida, mas voa literalmente ao redor do mundo. Ele tem envergadura maior que qualquer ave, com 3,5 metros. Conhecido por voar até 16.000 km enquanto caça comida para os mais jovens. Assim como seus parentes pinguins, albatrozes usam suas asas de forma diferente de outras aves. Enquanto os pinguins usam suas asas como nadadeiras para impulsionar-se através da água, albatrozes usam as deles como planadores. Não são as aves mais eficientes quando batem as asas, mas podem travá-las para fora e planar por centenas de quilômetros por um tempo.

O que mais pássaros têm em comum com pinguins?
Um albatroz de 50 anos de idade voou pelo menos 6 milhões de quilômetros. (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Mergulhões

O mergulhão, do qual existem cinco espécies, é o parente mais próximo do pinguim vivendo no Hemisfério Norte. O mergulhão comum é largamente encontrado no Canadá, mas migra para o longo da costa sul dos Estados Unidos no inverno. Seu habitat no verão e na época de reprodução estende-se do norte do Canadá até partes da Groenlândia. Mergulhões adaptaram-se para ser excelentes mergulhadores, como seus primos pinguins; a maioria de seus ossos são sólidos como os do pinguim, e não ocos como os de outras aves. Isso ajuda o mergulhão a mergulhar até 80 metros, mas requer que corra sobre a superfície da água por vários metros antes de levantar voo.

O que mais pássaros têm em comum com pinguins?
Mergulhões são tão comuns no Canadá que a moeda de $ 1, a "Loonie", foi apelidada por causa eles (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Petréis

Petréis, assim como pinguins e albatrozes, habitam o Hemisfério Sul, concentrando-se largamente na região Antártica. O petrel gigante, a maior espécie de petrel, ficou conhecido por matar seus primos pinguins-rei e até mesmo focas. Normalmente, petréis se alimentam de carniça. Enquanto o petrel gigante é um excelente e gracioso aviador, outras espécies são caracterizados por seu padrões de voo deslizante.

O que mais pássaros têm em comum com pinguins?
Petrels compartilham colocaração com pinguins, mas são também um de seus predadores naturais (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível