Saúde

Plano de cuidados de enfermagem para insuficiência renal crônica

Escrito por jessica armento | Traduzido por jesse mourao
Plano de cuidados de enfermagem para insuficiência renal crônica

Insuficiência renal crônica (IRC) ocorre quando os rins não conseguem expelir adequadamente resíduos e toxinas do corpo

Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

A insuficiência renal crônica (IRC) ocorre quando os rins não conseguem expelir adequadamente resíduos e toxinas do corpo. O processo de desenvolvimento da doença é lento, acumulando-se ao longo de vários meses ou anos. Eventualmente, os rins tornam-se tão danificados que se tornam incapazes de excretar resíduos ou regular o equilíbrio hídrico delicado do corpo, levando a insuficiência renal a um estágio final. Um plano de cuidados de enfermagem para IRC inclui a avaliação regular do paciente, acompanhamento nutricional e redução do risco de infecção.

Outras pessoas estão lendo

Avaliação

A maioria dos pacientes com insuficiência renal crônica terá que se submeter a hemodiálise ou transplante renal. Os cuidados de enfermagem para estes dois procedimentos envolvem a avaliação regular. Um plano de cuidados de enfermagem para insuficiência renal crônica inclui perguntar ao pacientes sobre suas dificuldades de urinar. A cor e a quantidade da urina também deve ser avaliada, e qualquer coloração anormal deve ser prontamente comunicada ao médico. O paciente também deve ser avaliado e questionado sobre instabilidades de peso ou edema nas extremidades. O histórico médico, os sinais vitais, turgor da pele, nível de consciência ou clareza mental também devem ser avaliados. Se o paciente estiver em estado pós-operatório, os sinais vitais devem ser avaliados a cada duas a quatro horas, ou como orientado por um médico.

Nutrição desequilibrada

Um plano de cuidados de pacientes com insuficiência renal crônica provavelmente vai incluir o diagnóstico de nutrição desequilibrada. O desequilíbrio na nutrição está relacionado com urinemia e restrições sobre o que o paciente pode comer. A ingestão dietética pode ser menor do que o que é necessário para manter o equilíbrio da nutrição. O plano de cuidados usará intervenções de enfermagem como o monitoramento de entrada, saída e administração de antieméticos, se prescritos. Pequenas refeições e lanches nutritivos também deve ser fornecidos e incentivados. O cuidado bucal antes de comer pode ajudar a melhorar o apetite e paladar do paciente. Se o desequilíbrio na alimentação for mais grave, a nutrição parentérica total (NPT) pode ser necessária, e deve ser monitorada regularmente, bem como todas as outras vias intravenosas.

Infecção

Pacientes com insuficiência renal crônica são vulneráveis à infecção, devido ao sistema imunológico comprometido. Um plano de cuidados de enfermagem deve incluir precauções padrões e técnicas de lavagem das mãos adequadas. A contagem de células brancas do sangue também deve ser monitorada porque isso vai ajudar a indicar se há alguma infecção. As vias intravenosas também fornecem uma outra entrada para micro-organismos nocivos. Essa vias, bem como os sinais vitais devem ser avaliados a cada quatro a seis horas em busca de infecção, vermelhidão ou anormalidade. Incentive deambulação, mudanças de posição, tosse e exercícios de respiração profunda, desde que o paciente seja capaz, porque isso ajuda a prevenir infecções respiratórias.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media