Pneumonite intersticial pulmonar

Escrito por graham beckett | Traduzido por juliana néris nakanejo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Essa doença pulmonar envolve uma inflamação específica do interstício dos pulmões. O interstício é o tecido que está situado entre os sacos aéreos do pulmão. Pneumonite intersticial usual é uma doença autoimune incomum que ainda não tem cura. Porém, vários tratamentos podem ser usados

Outras pessoas estão lendo

Descrição

A doença envolve inflamação e acúmulo de fluido no interstício. Ela não está localizada em uma área específica dos pulmões, mas tende a impregna-lo todo. A inflamação não afeta os sacos aéreos, apenas os tecidos circundantes.

Causas

A inflamação ocorre porque o corpo está curando os pulmões, mas não está fazendo de maneira correta, sendo esse o motivo de ser chamada doença autoimune. No caso de pneumonite usual intersticial, como na fibrose pulmonar idiopática, não há causa específica conhecida. Os médicos referem-se a isso como idiopatia. Há uma inflamação simples sem uma causa identificável

Sintomas

O sintoma mais notável é a diminuição da capacidade pulmonar. Há cicatrizes no interstício e você pode ter dificuldade de respiração. Também pode apresentar tosse seca, e até mesmo o aumento da ponta dos dedos (isso não será doloroso). Sintomas tendem a ocorrer lentamente com o tempo, a pode levar a pressão alta sanguínea e falência do coração e sistema respiratório.

Diagnóstico

Infelizmente, essa é uma doença com diagnóstico difícil para um exame de rotina. Se você têm os sintomas mencionados, poderá precisar de um exame de sangue, radiografia do peito ou tomografia computadorizada. Adicionalmente, poderá precisar testar a funcionalidade pulmonar através de testes que requerem assoprar em um espirômetro. Ele testa a diminuição da capacidade pulmonar.

Tratamento

O tratamento vai variar conforme a gravidade da doença. Os médicos prescrevem corticosteroides, uma esteroide designado a reduzir a inflamação. Outras drogas supressoras do sistema imune também podem ser usadas. Claro, não fumar vai ajudar muito a reduzir os sintomas. Adicionalmente, o médico pode dar oxigenioterapia (reabilitação pulmonar), que ajudará na respiração diária. Finalmente, seu médico pode realizar um transplante de pulmão em casos extremos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível