Problemas do motor do Dodge Dakota

Escrito por richard rowe | Traduzido por ricardo guardati
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Problemas do motor do Dodge Dakota
Dodge Dakota (Image by Flickr.com, courtesy of dodge challenger1)

Situado entre o Ford F-150 e a Chevrolet S-10, o Dodge Dakota foi lançado em 1987 como a pick-up do homem comum. Apesar de seu nome geralmente confiável, a Dakota não está livre de problemas. Esse artigo concentra-se principalmente nas variações V6 e V8 do motor, mas o mesmo poderia ser dito para os de quatro cilindros, que já foram oferecidos com este chassi. A tecnologia de quatro cilindros estava no mesmo nível dos V8 na época.

Outras pessoas estão lendo

Marcha lenta

Particularmente prevalente no V8 de 4.7 litros, o primeiro sinal de envelhecimento na maioria dos Dakotas é uma marcha lenta, que piora gradativamente. Isso pode ser atribuído a vários fatores, mas geralmente se deve a uma válvula de controle da marcha lenta suja. Essa válvula é encontrada no corpo do acelerador ou na ignição e deve ser limpa regularmente com um limpador de carburador. Algumas gerações de motores também são propensas a falhas nas velas. Nnesse caso é melhor considerar sua remoção e limpeza a cada 16.000 km ou mais.

Injetores de combustível

Todo combustível contém certa quantidade de contaminantes que passam pelos filtros e se alojam nos injetores de combustível. Devido a uma falha de design, os injetores da Dakota entopem bem antes do que deveriam. Se sentir alguma falha na aceleração, resistência durante a velocidade de cruzeiro ou piora da economia de combustível, considere usar um detergente de combustível como Sea Foam ou Marvel Mystery durante algumas enchidas de tanque.

Sensor de posição da manivela

Embora tenha mais a ver com abusos de uso do que alguma falha no projeto, muitas Dakotas apresentam insuficiência gradual do sensor de posição da manivela. Apesar de, na maioria dos padrões, esse sensor estar adequadamente protegido da água, alguns têm tido problemas após contatos repetidos com água. Os sintomas são: partida difícil, faróis piscando e desligamento automático.

Desligamento automático

As Dakotas foram uns dos primeiros veículos com o sistema de desligamento automático utilizado há décadas em carretas. Essa função desativa o veículo se os sensores informam que se encontra muito fora dos padrões de temperatura do ar ou combustível, entre outras coisas. Se a caminhonete se recusar a ligar, verifique o estado do fusível de desligamento.

Vazamento de água

Vazamentos podem acontecer mais devido à maneira como essas caminhonetes são usadas do que a problemas de fábrica. Porém, muitos proprietários relatam falha eletrônica no compartimento do motor devido à água parada perto do carburador e em outros lugares. Embora alguns critiquem a impermeabilidade da Dodge, a melhor solução é sempre tentar manter o motor seco.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível