Quais alimentos comer para reduzir o acúmulo de ácido láctico nos músculos

Escrito por marysia walcerz | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais alimentos comer para reduzir o acúmulo de ácido láctico nos músculos
A atividade de levantar peso é uma razão comum para a formação de ácido láctico (weights and measures image by John Sfondilias from Fotolia.com)

O ácido láctico é um composto químico produzido quando a glicose é metabolizada em piruvato no organismo. Normalmente, o corpo humano usa o oxigênio para produzir energia, mas quando os músculos precisam de uma rápida explosão de energia, o ácido láctico é produzido mais depressa. Durante o período de um a três minutos de um exercício extenuante, esse composto pode se acumular nos músculos mais rapidamente do que o corpo pode removê-lo, criando uma sensação de queimação. Fazer alongamento e mais exercícios para treinar seus músculos a lidar com o ácido láctico, são as duas melhores maneiras de reduzir esse acúmulo, mas você também pode comer certos alimentos que evitam a sua formação excessiva.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Beba muita água com tudo o que você consome. A água repõe a hidratação que, por sua vez, ajuda o corpo a quebrar e a processar o ácido láctico. Procure alimentos com um alto teor de água, tais como pepinos e tomates.

  2. 2

    Incorpore em sua dieta regular alimentos ricos em proteínas, como nozes, sementes, linho, proteína de carne magra e de soja. A proteína ajuda na recuperação dos músculos e fornece o combustível necessário para que eles possam se desenvolver e ser capazes de lidar com o acúmulo de ácido láctico.

  3. 3

    Imediatamente após o treino, coma muitas verduras e hortaliças. Escolha vegetais que sejam alcalinos, para ajudar a sustentar o crescimento muscular saudável e reduzir o acúmulo de ácido láctico. Legumes como tomates, espinafre, abacate, brócolis e couve são alcalinos e ideais para reduzir o acúmulo desse componente no organismo.

  4. 4

    Coma frutas diretamente antes e após o treino. Opções como maçãs, bananas e laranjas fornecem uma explosão de energia para ajudar os músculos a lidar com um exercício difícil e recuperar-se mais tarde.

  5. 5

    Se a simples mudança dos hábitos alimentares não reduzir significativamente o acúmulo de ácido láctico de seu organismo, faça uso regular de um suplemento de glutamina após os treinos. Ele pode ajudar a aumentar a síntese proteica e a diminuir o tempo de recuperação necessário depois de um treino.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível