on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Questões das mulheres operárias de 1940 e 1950

Atualizado em 17 abril, 2017

Os anos de 1940 e 1950 foram um tempo de instabilidade para as questões das mulheres nos EUA. Durante a primeira metade da década de 40, a Segunda Guerra Mundial e a ausência de homens na sociedade civil levou as mulheres a novos postos de trabalho e deu-lhes mais independência. No entanto, quando a guerra terminou e os homens voltaram, a maioria delas mulheres teve que abandonar essa liberdade. A década de 1950 viu a idealização do arquétipo da dona de casa suburbana, um modelo que as mulheres da classe trabalhadora tiveram muita dificuldade de seguir.

Betty Friedan é uma das fundadoras do movimento feminista moderno (Peter Kramer/Getty Images Entertainment/Getty Images)

No local de trabalho

As mulheres trabalhavam em fábricas antes de 1940. Com o advento da Segunda Guerra Mundial, elas começaram a trabalhar na construção naval, fabricação de aviões e outros setores anteriormente dominados por homens. Mulheres da classe trabalhadora eram capazes de sustentar a si mesmas e a suas famílias. No entanto, quando os soldados voltaram, elas tiveram que voltar para as posições tradicionais de remuneração mais baixa, como costureiras. Além disso, em situações onde homens e mulheres travalhavam em áreas semelhantes, elas ganhavam menos dinheiro.

Loading...

Direitos reprodutivos

Na segunda métade da década de 50, o controle de natalidade era inacessívell, o que dificultava o planejamento familiar. Isto foi especialmente difícil para as mulheres operárias solteiras, uma vez que a gravidez significava tempo afastadas do trabalho justo quando mais dinheiro era necessário para cuidar dos novos bebês. Durante estes anos as empresas podiam perguntar às mulheres se elas estavam grávidas durante entrevistas de emprego, a fim de eliminá-las do processo de contratação. Finalmente, o aborto também eram ilegal, e as mulheres com uma gravidez indesejada tinham que escolhere entre dar à luz ou ter um aborto ilegal, o que era perigoso.

No exército

Embora um grande número de mulheres também tenha deixado o exército após a Segunda Guerra Mundial, muitas ficaram, geralmente como enfermeiras e em cargos clericais. Especialmente as mulheres da classe trabalhadora utilizavam o serviço militar como o caminho para uma vida melhor. Após a guerra, o papel das mulheres nas forças armadas se expandiu até a eventual integração de gênero na década de 1970.

No ambiente doméstico

Foi durante a década de 50 que a imagem de uma dona de casa modelo entrou na consciência pública, impulsionada pela invenção da televisão. Programas de televisão como "Leave it to Beaver" e "The Donna Reed Show" exalavam a idéia de mulheres cuidando da casa e dos filhos, enquanto os maridos trabalhavam. Mesmo as mulheres operárias se sentiam pressionadas à corresponder à essa expectativa, trabalhando durante o dia e tendo que limpar a casa e colocar o jantar na mesa a noite, antes que sua família chegasse em casa.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...