Questões de segurança em relação a alianças de casamento de tungstênio

Escrito por alanna davis | Traduzido por kelly damasceno
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Questões de segurança em relação a alianças de casamento de tungstênio
O carboneto de tungstênio é uma liga extremamente resistente (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Na hora de comprar alianças de casamento, os noivos querem que elas sejam perfeitas. Esses anéis serão usados por muito tempo, e há muitas opções para se escolher. Os mais tradicionais são de ouro, platina e ouro branco. Essas opções são caras e muitas vezes se danificam facilmente. O titânio e tungstênio recentemente tornaram-se populares para os casais que procuram um produto mais duradouro. Ao optar pelo anel de carboneto de tungstênio, mais durável, os noivos se veem frente a algumas questões de segurança que não concernem aos outros tipos de metal.

Outras pessoas estão lendo

Situações de emergência

O anel de carboneto de tungstênio não pode ser removido em situações de emergência com os tradicionais cortadores. Mas pode ser removido com uma ferramenta muito parecida com um alicate de pressão. Em situações de emergência, quando o anel tem de ser retirado para fins de tratamento ou para prevenir a ocorrência de novas lesões, ele deve ser quebrado ainda no dedo. Isso destrói a aliança, quebrando-a em pedaços que podem causar lesões no dedo. O carboneto de tungstênio é uma liga que atinge entre oito e nove pontos na escala de dureza de Mohs. Devido a esses fatores, a aliança também não pode ser redimensionada da forma tradicional.

Questões de segurança em relação a alianças de casamento de tungstênio
Alianças de tungstênio podem ser retiradas com uma ferramenta muito parecida com o alicate de pressão (Comstock/Comstock/Getty Images)

Reações cutâneas

Anéis de carboneto de tungstênio podem causar reações alérgicas na pele. Esses anéis são feitos pela combinação do tungstênio com outro metal. Na maioria das vezes, o outro metal é uma mistura de níquel ou cobalto. Isso endurece o anel e evita muitos dos riscos que são comuns em metais mais macios. Isso é importante, porque a mistura de cobalto pode provocar reações alérgicas quando usada por longos períodos de tempo. As células da pele e do suor podem provocar a oxidação e descoloração da pele e do anel. Se você tiver sensibilidade, certifique-se sobre a mistura do metal. O cobalto é um material mais barato, mas o níquel é hipoalergênico e não sofre oxidação.

Questões de segurança em relação a alianças de casamento de tungstênio
Algumas ligas de tungstênio podem causar alergia em peles sensíveis (Thomas Northcut/Photodisc/Getty Images)

Lesão por Acidentes

Alianças de carboneto de tungstênio podem se enroscar em ambientes industriais. É desaconselhável usar joias em depósitos, indústrias automotivas, de construção ou de produção, mas, os anéis de carboneto de tungstênio são particularmente perigosos. A maioria das joias vão se entortar ou quebrar quando uma pressão for colocada sobre elas por máquinas ou outras áreas. Se o puxão ocorrer ou o anel ficar preso, ele não quebrará e poderá causar mais prejuízos para a pessoa envolvida.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível