Remoção de insetos de cactos

Escrito por jennifer alyson | Traduzido por marianne pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Remoção de insetos de cactos
Cactos são vulneráveis aos insetos cactus coreídeo, que podem esculpir círculos grandes e marrons nas plantas (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Insetos cactus coreídeo são pequenos insetos que vivem em plantas suculentas, particularmente o cacto de pêra espinhosa. Coreídeos -- uma vez importados para a Austrália para uso em experimentos de controle de cactus que falharam -- expandiram-se nos Estados Unidos, da Califórnia para a Flórida. Os insetos não vão matar suas suculentas, mas eles causam manchas marrons atraentes e buracos. Com qualquer cactus, a regra é para remover todos os insetos, mesmo os não letais, deixando para trás apenas as aranhas.

Outras pessoas estão lendo

Os cactus coreídeos

Você pode identificar o coreídeo (Chelinidea vittiger) por sua aparência e padrão de reprodução. Coreídeos adultos são de 8,4 cm a 1,27 cm de comprimento e cerca de 5,08 cm de largura. Eles são castanho claro com uma faixa amarela na cabeça e um primeiro segmento torácico que também é amarelo. Colocam seu primeiro grupo de ovos em março, e continuam a depositar ovos durante o outono, totalizando até cinco ninhadas por temporada. Os ovos aparecem em linhas longitudinais por baixo das espinhas dos cactos. Coreídeos adultos podem viver até um ano, alimentando-se em grupos das articulações das plantas e dos seus frutos. Ninfas também se alimentam em grupos, e são redondas, brilhantes e verdes ou vermelhas.

Efeitos do coreídeo

Quando eles começam alimentando-se de um cacto, coreídeos vão deixar para trás círculos castanhos claros nas plantas. Como os insetos continuam a infestação, os círculos crescem mais e se fundem, até trechos inteiros da pele da planta assumir um aspecto amarelado, sem esburacado e sem vida. Fungos oportunistas causam manchas pretas grandes que podem fazer os pedaços infectados caírem. Coreídeos também deixam rastros de piegas, excremento branco nas articulações dos cactos. Apesar dos danos, coreídeos raramente matam um cacto inteiro. Pesquisadores da University of Florida dizem que é porque outras pragas, como escalas, mariposas e besouros também infestam um cacto para matar a planta. Coreídeos sozinhos geralmente não podem fazer o trabalho.

Acabando com os coreídeos

Se a infestação de coreídeos dos seus cactos é pequena, trate-a com a mão. Apanhe o maior número de insetos possível, esmague-os e jogue-os no lixo. Apenas jogá-los fora pode permitir que eles voltem para sua planta. Depois de remover a maioria dos insetos, aplique um Q-tip embebido em álcool para o restante dos coreídeos desalojarem e eliminá-los. Um óleo de horticultura como parafina ou Saf-T-Side pode controlar insetos e ovos. Mergulhe o Q-Tip no óleo e aplique-o nos insetos e em seus ovos. O óleo vai sufocar as pragas.

Use com cautela

Para infestações graves, pode ser necessário um sabão inseticida ou uma mistura de ervas comerciais. Sabões inseticidas feitos a partir da árvore são eficazes ainda ambientalmente, como os baseados no fungo BotaniGard. Soluções de hamamélis com óleo de cravo são tóxicas para os insetos também. Antes de destruir o seu cacto com qualquer inseticida ou sabão, teste o produto em uma pequena parte da planta. Os pesticidas podem prejudicar o delicado equilíbrio de ceras e óleos da pele do cacto. Se você aplicar quantidades substanciais de inseticida no cacto, lave-o logo que matar os insetos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível