Remoção de pedras da vesícula biliar

Escrito por david harris | Traduzido por marina villar
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Remoção de pedras da vesícula biliar
Se houver sintomas das pedras na vesícula a cirurgia é recomendada (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

As pedras na vesícula se formam quando o fluído digestivo endurece dentro dos depósitos da vesícula. Elas podem ser minúsculas ou como pequenas bolas, e múltiplas pedras podem se desenvolver ao mesmo tempo. Se essas pedras não causarem sintomas, nenhuma ação adicional é requerida. No entanto, se você tiver sintomas de pedras na vesícula, a cirurgia é mais frequentemente indicada.

Outras pessoas estão lendo

Cirurgia

Se a cirurgia é requerida, você passará por um procedimento chamado de colecistectomia. Já que as pedras na vesícula frequentemente reaparecem, o procedimento envolve a remoção completa do órgão. Em um corpo humano normal, a vesícula biliar é usada para armazenar a bílis, mas uma vez que é removida, a bílis vai ser direcionada do fígado diretamente para o intestino delgado. As pessoas podem viver sem a vesícula biliar com pequenos ou nenhum problema. O efeito colateral mais comum após a colecistectomia é a tendência à diarreia.

Medicação

Outra opção para quem não quer passar por uma cirurgia são medicamentos que diminuem o tamanho das pedras. No entanto, esses medicamentes têm ação lenta e pode levar meses ou um ano para que as pedras vão embora completamente. De acordo com a clínica Mayo, há um tratamento experimental que é feito através da injeção diretamente na pedra da vesícula. Esse tipo de tratamento ainda está sendo testado para assegurar a eficácia e segurança. A cirurgia é o método preferido de tratamento para pedras na vesícula biliar.

Tratamento alternativo

Embora os tratamentos alternativos não tenham eficácia comprovada na diminuição das pedras, existem vários passos que você pode seguir para evitar que as pedras assintomáticas se transformem em sintomáticas. Comer muitas frutas, vegetais, fibras e gorduras não saturadas de alimentos, como peixe e nozes, pode ajudar a controlar o tamanho das pedras. Além disso, pessoas que têm deficiência de Vitamina C, E e cálcio também têm alto risco de desenvolver pedras na vesícula. Embora tomar suplementos possa ajudar, ingerir alimentos ricos em vitaminas e minerais é uma abordagem mais saudável para controlar as pedras.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível