Como sair de um emprego que apenas começou

Escrito por michelle renee | Traduzido por vinicius marques
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como sair de um emprego que apenas começou
A não ser que seja sob um contrato de tempo determinado, você pode se demitir a qualquer momento (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Embora a maioria das pessoas assine contratos de trabalho com a intenção de permanecer por um período longo, pode acontecer de terem que pedir demissão mesmo que tenham acabado de começar. Às vezes aparecem oportunidades melhores logo após a contratação, surgem questões pessoais ou talvez aquele emprego não era o que você esperava. A boa notícia é que, em regra, você não é obrigado a permanecer numa posição indesejável e muitas vezes é até mais fácil sair de um trabalho que está só começando do que daquele onde está há mais tempo.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Carta de demissão

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Escreva uma carta de demissão detalhada e educada, pois, apesar de não ser necessária em alguns casos, é sempre uma boa ideia escrevê-la quando se está saindo de uma empresa. Colocar as suas razões no papel é uma atitude que pode gerar um documento formal para a empresa e, no mínimo, lhe dará a oportunidade de relatar os seus motivos, evitando que negligencie ou se esqueça de algum detalhe, por isso, educadamente, deixe-os registrados por escrito antes de sair do emprego.

  2. 2

    Solicite uma reunião privada com o seu chefe imediato, já que anunciar sua saída no meio do escritório, da loja ou de outro local de serviço é uma atitude antiprofissional e prejudicial ao ambiente de trabalho. Sem entrar em muitos detalhes, solicite ao seu chefe o agendamento de uma breve reunião para discutir a sua situação, nesse momento, explique a ele que você está bastante preocupado a respeito de questões urgentes - para evitar uma espera prolongada - e continue realizando suas tarefas até o momento marcado.

  3. 3

    Na hora da reunião você pode expor as suas razões e entregar-lhe a carta de demissão, porém esteja preparado para responder a quaisquer perguntas relativas à sua situação e em alguns casos, se a sua posição for altamente valorizada, considere uma contraproposta.

  4. 4

    Se ofereça para cumprir um aviso prévio e permanecer na equipe por até duas semanas, objetivando manter o seu profissionalismo e não causar qualquer variação na produtividade da empresa – procedimento padrão nos casos de demissão – assim, ela pode se preparar para cobrir a sua ausência ou mesmo ocupar a sua vaga. Se não tiver que cumprir nenhum contrato de tempo específico e já não puder realizar mais nenhum serviço, por conta, talvez, de um emprego novo, você pode sair de uma vez. Neste caso, deve pedir desculpas por qualquer inconveniente e agradecer ao seu chefe pela oportunidade de trabalho na empresa.

  5. 5

    Verifique o pagamento final ou recebimento de algum benefício. Depois de ter concluído todas as discussões e negociações e tiver documentado a sua demissão, pesquise sobre eventuais benefícios que possa ter direito, pois dependendo da situação de sua folha de pagamento, provavelmente terá direito a um último salário ou talvez a um conjunto de benefícios que lhe serão repassados. Se possível, antes de seu último dia de trabalho, obtenha por escrito todo o acordo referente à sua saída.

Dicas & Advertências

  • Se pediu demissão após pouco tempo de trabalho, ou saiu sem dar nenhum aviso, é melhor não incluir tal o fato em seu currículo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível