Semelhanças entre frentes de ar quente e frio

Escrito por cindi pearce | Traduzido por guilherme rocha
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Semelhanças entre frentes de ar quente e frio
As frentes trazem nuvens e chuva (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Frentes quentes e frias são limites que se abrem entre massas de ar de temperaturas diferentes. Ambas as frentes são impactadas pela rotação da terra, que faz com que o vento que normalmente fluiria diretamente de uma massa a outra flua em torno das massas. Fenômenos climáticos ocorrem na fronteira ou frente dessas massas de ar, e podem afetar o clima de uma região por dias ou até meses.

Outras pessoas estão lendo

Nuvens

Frentes frias e quentes são acompanhadas por nuvens. A frente fria produz nuvens cúmulo-nimbo, enquanto uma massa de ar quente produz nimbo-estratos, altostratos, cirro-estratos e nuvens cirros.

Chuva

Quando uma frente fria ou quente se aproxima, a chuva cai. A chuva que cai após a chegada de uma frente fria será pesada e gelada; a que ocorre após uma massa de ar quente será uma chuva lenta, mas constante. Frentes quentes e frias envolvem o ar quente subindo na atmosfera.

Propriedades de superfície

As duas massas de ar são capazes de adquirir as propriedades da superfície abaixo delas. Quanto mais tempo uma massa de ar permanecer sobre sua região de origem, maior a possibilidade de ela adquirir as propriedades da superfície abaixo delas, segundo o National Weather Service Jetstream Online School for Weather. Quando, por exemplo, uma massa de ar fria do ártico se move pelo oceano, ela adquire a umidade de calor e se torna uma massa de ar polar marítimo, o que significa que ela ainda é fria, mas traz umidade. Se essa mesma massa se mover do Canadá para o sul dos EUA, ela receberá parte do calor do solo, mas ainda assim será seca porque não terá umidade. Isso se chama massa de ar polar continental. Os EUA não são considerados uma boa origem porque os problemas climáticos ocorrem com uma frequência relativamente grande, e isso elimina qualquer oportunidade da massa de ar se estacionar e ganhar propriedades da região sobre a qual está localizada.

Identificação

Frentes quentes e frias são identificadas por uma mudança na quantidade de umidade, mudanças na pressão, mudanças rápidas e drásticas na temperatura, alterações no padrão de chuvas e nuvem e mudanças rápidas na direção do vento.

Impacto no tempo

Ambas as frentes determinam como ficará o tempo após a passagem da frente. Uma frente fria leva a um tempo frio e nublado, enquanto uma frente quente significa que o tempo ficará quente e úmido.

Configuração e finalidade

A frente quente ou fria é estreita quando se compara com a massa de ar por trás delas. Em situações ideais, a frente serve como uma barreira entre duas massas de ar que estão se movendo na mesma velocidade e direção. Massas de ar fria e quente, que podem cobrir milhares de quilômetros, são horizontais, e a maioria da atividade ocorre na parte frontal ou limítrofe da massa. Quando uma massa de ar está por cima, você experimenta o clima dessa massa de ar. A frente é o que marca a mudança do tempo.

Potencial

Quando a massa de ar em um lado de uma frente está se movendo mais rapidamente na direção perpendicular da frente do que a massa no outro lado, isso faz as massas de ar se chocarem, levando a um confronto. Quando isso ocorre, as duas massas mantêm suas identidades, mas o ar mais quente, que é menos denso, sobe, enquanto o ar frio, mais denso, desce.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível