Como se separar em um casamento

Escrito por contributing writer | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como se separar em um casamento
O divórcio e a separação podem ser difíceis (coeur brisé image by Nath Photos from Fotolia.com)

A separação é um dos primeiros passos em um divórcio, que geralmente é uma época emocionalmente dolorosa. Enquanto que os estados possuem diferentes leis para o divórcio, existem dicas gerais e instruções aplicáveis a todas as separações. Se houver perguntas específicas, consulte um advogado da família.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Acesso a uma fotocopiadora
  • Lugar seguro para guardar seus bens

Lista completaMinimizar

Instruções

    Avalie sua situação

  1. 1

    Avalie. Quanto melhor a pessoa entender a situação, melhor serão os planos de separação. A situação pode ser simples: o casal já possui duas casas, sem animais de estimação ou filhos; um se muda para outra casa e o outro permanece. Divide-se o dinheiro pela metade, disputa-se a pintura comprada em uma viagem juntos, apertam-se as mãos e cada um se afasta do casamento. Ou pode ser mais complicado: o casal só possui uma residência, com um filho e dois cachorros. Uma das pessoas é dono de uma empresa, alguém na família tem uma doença e precisa de cuidados especiais e os dois possuem muitas contas de cartão de crédito. Qualquer coisa que torne sua vida mais complicada também tornará a separação mais difícil. Se decidir consultar um advogado, quanto mais informações reunir com antecedência, menos terá que pagar ao advogado.

  2. 2

    Reúna informações e faça planos antes de contar ao cônjuge sobre seu desejo de se separar, se tiver um relacionamento desagradável. Parceiros vingativos podem se recusar a dar informações necessárias ou podem ocultar bens.

  3. 3

    Conheça seus bens. Quanto dinheiro tem no banco? Há contas em somente um nome? Se tem empréstimos, incluindo hipoteca, quais são os saldos em aberto? Existe algum investimento? Quanto ele vale? Se tiver um carro, qual o seu valor? Você tem cópias de pelo menos três anos de declarações de imposto de renda? Tem uma empresa? Se sim, são necessárias declarações do imposto de renda dela também. Faça uma cópia de um comprovante de pagamento recente do parceiro. Se ele não cooperar, pode ser muito difícil reunir essas informações, se é você quem quer se separar. Faça cópias também de quaisquer informações financeiras com antecedência e deixe-as com amigos ou familiares. Muitos estados exigem um formulário de declaração financeira quando um casal se separa. Se conversar com um advogado nesse momento, consiga com ele uma cópia do formulário ou talvez seja possível conseguir uma cópia no tribunal da cidade. Isso para que, quando preencher o formulário, você tenha tudo à mão e não se arrependa depois.

  4. 4

    Sonhe. Como seria a separação perfeita? Quem sairia de casa? Se tiver filhos, como seriam divididas a creche e a custódia? Quando gostaria de ser legalmente divorciado? Se seu parceiro ganha mais dinheiro que você, quanto você quer dele e por quanto tempo? Não se preocupe nesse ponto sobre quão realista seu plano é; somente tente imaginar como gostaria de viver uma vez que não estiver mais dividindo o mesmo teto. Escreva tudo o que conseguir pensar e durma pensando nisso.

    Faça novos planos

  1. 1

    Observe novamente o seu plano dos sonhos. Você sabe quanto ganha e quanto seu parceiro ganha. É possível pagar pelo plano dos sonhos? Talvez seja necessário prepará-lo. Lembre-se de que quanto mais perto de dividir tudo em 50/50, maiores as chances do seu parceiro e do juiz concordarem.

  2. 2

    Familiarize-se com as leis estaduais de divórcio. Obviamente, esse assunto é imenso. Os livros "File Your Own Divorce" e "How to File for Divorce in" (seu estado), publicados pela Sphinx Legal, lhe pouparão muito tempo e dinheiro. A razão para se familiarizar com essas leis antecipadamente é que um acordo de divórcio provavelmente se parecerá muito com um acordo de separação.

  3. 3

    Opte por não contratar um advogado se há pouca propriedade para se disputar e, se você e seu cônjuge são calmos, é possível chegar a um acordo entre vocês próprios. Mesmo se a situação for complicada e você quiser conhecer as leis familiares do seu estado e seguir com os procedimentos legais, é arriscado, mas pode economizar muito dinheiro ao dispensar um advogado. Se, ainda assim, pretende contratar um advogado, converse com ele antes de falar com seu parceiro.

  4. 4

    Elabore sua proposta de separação com o advogado, se tiver um, destacando coisas como a duração da separação, de que maneira colocar a casa no mercado, plano de paternidade ou maternidade e qualquer outro assunto que seja importante.

    Converse com o seu futuro ex

  1. 1

    Planeje o futuro. Antes de discutir a separação com seu cônjuge, tenha uma estratégia de fuga. Tenha dinheiro no bolso e até mesmo considere retirar 50% da conta bancária conjunta. Tenha algum lugar para se retirar - como a casa dos pais, apartamento de um amigo ou um hotel.

  2. 2

    Discuta a separação conjugal longe dos filhos.

  3. 3

    Fique calmo quando estiver introduzindo o plano para seu cônjuge. Provavelmente, você não será capaz de chegar a um acordo para sua separação no primeiro encontro. Marque um horário e lugar para se reunir novamente e discutir a situação quando seu parceiro já tiver tido tempo para pensar no assunto.

  4. 4

    Avaliar a situação e planejar o futuro pode ter sido difícil, mas se sentar e conversar com seu ex-cônjuge e dividir as coisas pode ser ainda mais desafiador. Espere por emoções cruas e leve as coisas lentamente. Não se sinta pressionado a concordar com qualquer coisa na hora, pois sempre se tem a opção de sair da sala ou do prédio. Se acontecer, pode-se dizer: "Faça com que seu advogado contate o meu".

  5. 5

    Espere um tumulto emocional. A separação e o divórcio podem ser dolorosos. Pode ser difícil de acreditar quando amigos bem-intencionados dizem que as coisas ficarão melhores, mas, um dia, você olhará para trás e verá que as coisas realmente ficaram melhores.

Dicas & Advertências

  • A separação física não é igual à separação legal. Se pretende se divorciar e que um de vocês saia de casa, é necessário começar os procedimentos legais também.
  • Coisas a saber sobre a contratação de um advogado: pergunte aos seus amigos divorciados sobre os advogados deles, incluindo as taxas por hora. Se um nome aparecer muitas vezes, certifique-se de consultá-lo. Se você consultar um advogado, decidindo contratá-lo ou não, seu cônjuge não poderá contratá-lo. Alguns profissionais cobram por hora - centenas de reais - para serem consultados. E, se decidir ficar com eles, precisará pagar milhares de reais a mais.
  • Em uma separação e divórcio ideais, os dois cooperam alegremente entre si. Em muitos casos, entretanto, um ou os dois lados brigam amargamente, sendo desonestos às vezes. Proteja-se ao reunir o máximo de informações que conseguir antes de precisar delas. Mantenha documentos importantes como certidões de nascimento e passaportes, bem como dinheiro, em casas de amigos.
  • A taxa de violência doméstica aumenta durante a separação. Se tiver alguma preocupação de seu cônjuge se tornar violento, entre em contato com um abrigo para mulheres maltratadas.
  • Se possível, não introduza a ideia da separação e do divórcio quando seu parceiro estiver cansado, doente ou intoxicado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível