Os sete maiores motivos do divórcio

Escrito por megan kelly | Traduzido por marina pastore
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os sete maiores motivos do divórcio
A comunicação ruim pode levar a discussões e insatisfação (Pixland/Pixland/Getty Images)

Manter um casamento saudável exige tempo, esforço e compromisso de ambos os cônjuges. Quando um deles ou ambos acham que o casamento é insatisfatório, isto provavelmente acontece por causa de problemas que surgem devido a questões de comunicação, expectativas ou insatisfação sexual. Abordar estas questões antes que elas se tornem maiores aumenta as chances de sucesso conjugal.

Outras pessoas estão lendo

Infidelidade

De acordo com o site Divorce Guide, a infidelidade é a causa de cerca de um terço de todos os divórcios nos Estados Unidos. Embora alguns acreditem que a infidelidade ocorra depois que um casamento realmente entra em colapso, ela é mais comumente explicada como um ato de ressentimento contra o outro parceiro ou de tédio sexual. Um cônjuge pode ter um caso de longo termo ou de uma noite só. De qualquer modo, a infidelidade é o motivo mais comum do fracasso conjugal e ocorre em mais da metade de todos os casamentos mal sucedidos nos Estados Unidos.

Finanças

Muitos casais descobrem que problemas financeiros e uma falta de comunicação sobre hábitos de consumo, dívidas ou problemas com dinheiro prejudicam o relacionamento e, muitas vezes, resultam em divórcio. Embora não seja incomum encontrar problemas financeiros durante a vida de casados, muitos casais não têm a capacidade de se comunicar de maneira eficiente sobre estas questões.

Falha de comunicação

A comunicação aberta e honesta é um aspecto importante de um casamento saudável, e muitos casais que não se envolvem numa comunicação aberta e mútua sobre expectativas, preocupações e emoções provavelmente vão acabar pedindo o divórcio. Quanto melhor a comunicação, melhor a chance de que um casamento tenha sucesso. Um casamento que não inclua comunicação honesta não vai durar tanto.

Maus tratos

Maus tratos físicos, emocionais ou psicológicos inevitavelmente causam o divórcio, independentemente do abuso ser direcionado ao cônjuge ou aos filhos. Maus tratos incluem brigas, assédio moral, insultos verbais, provocações ou intimidação de outra pessoa no lar. É importante que a vítima se retire da casa e peça o divórcio do cônjuge abusivo.

Vício

O vício em substâncias nocivas ou atividades prejudiciais, que faça com que o cônjuge se envolva nestas atividades compulsivamente, pode causar danos a um casamento e resultar em divórcio. O vício é prejudicial porque o comportamento compulsivo faz com que o cônjuge coloque seu vício em prioridade mais alta do que as demais coisas em sua vida. Independentemente do objeto do vício – drogas, jogos de azar, comida ou a Internet –, ele é motivo para um divórcio.

Expectativas não cumpridas

Um cônjuge pode perceber que esperava uma coisa do casamento e recebeu algo diferente. Isto inclui expectativas românticas, sobre o cônjuge e sobre o casamento em si. Quando estas expectativas não são cumpridas, a insatisfação se transforma em ressentimento ou decepção extrema, o que faz com que fazer concessões quanto ao estilo de vida não seja realista, resultando num divórcio.

Tempo e distância

Passar grandes períodos de tempo longe do cônjuge pode causar estresse adicional sobre o casamento. Se um ou ambos os cônjuges passam longas horas no trabalho ou viajam com frequência, o casamento não tem uma oportunidade de crescer ou de se equilibrar em comparação com um casal que passa tempo de qualidade junto em casa ou na comunidade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível