Os sintomas da alergia a mel

Escrito por joey papa | Traduzido por mariana de mello andré scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os sintomas da alergia a mel
As alergias a mel costumam ocorrer em pessoas com alergias a picadas de insetos e pólen (honey image by Maria Brzostowska from Fotolia.com)

As alergias ocorrem quando o sistema imunológico identifica uma substância como uma ameaça ao corpo. Como o mel é um produto proveniente das abelhas e do pólen, pessoas que sofrem de alergias a picadas de abelhas e/ou pólen podem ser mais susceptíveis à alergia a mel. Ela pode se apresentar de diferentes maneiras em cada pessoa, mas, geralmente, não representa risco à vida e é facilmente tratada.

Outras pessoas estão lendo

Fatos

Quando o sistema imunológico identifica o mel como uma possível substância nociva, começa a produzir anticorpos e histamina para combatê-lo. Essa resposta causa diversos sintomas que ocorrem em todo o corpo. Esses sintomas também podem variar de intensidade, dependendo do quanto a pessoa é alérgica a mel. É muito fácil evitar o consumo do mel, visto que não é um ingrediente comum em muitas comidas e bebidas.

Sintomas

Os sintomas mais comuns de uma alergia a mel são: nariz escorrendo, língua e lábios inchados, olhos lacrimejantes, garganta coçando, espirros constantes e urticária. Outros sintomas podem ser: inflamações na pele, dor de cabeça e congestão excessiva. Esses sintomas podem levar a complicações, como infecções, enfraquecimento do sistema imunológico e confusão mental. Os sintomas da alergia a mel podem variar de pessoa para pessoa.

Tratamento

O tratamento mais comum para a alergia a mel é a administração de anti-histamínicos logo que começarem os sintomas. O anti-histamínico mais utilizado é a difenidramina. Outros anti-histamínicos que não precisam de prescrição médica não são tão efetivos, já que são liberados lentamente, durante um período de 24 horas. A difenidramina deve aliviar os sintomas da alergia a mel em torno de 15 minutos, mas, se os sintomas persistirem por mais de uma hora, entre em contato com um médico imediatamente.

Prevenção

A melhor maneira de prevenir uma alergia a mel é evitando todas as comidas e bebidas que contenham mel ou seus subprodutos. Muitos restaurantes servem chá com mel. Sempre pergunte sobre os ingredientes antes de consumir qualquer coisa que possa conter mel. Algumas pessoas tomam a difenidramina antes de consumir mel para prevenir as reações alérgicas, mas isso não é recomendado.

Complicações

O choque anafilático é o resultado de uma severa reação alérgica ao mel e resulta em tonturas, falta de ar, desmaios e convulsões. Esse tipo de reação não pode ser tratada com medicamentos comuns, que não precisam de prescrição, portanto, se você notar que uma pessoa está tendo esse tipo de reação ao mel, ligue para o número de emergência, pois pode ser fatal.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível