Sobre o trevo vermelho

Escrito por katie tonarely | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre o trevo vermelho
O trevo vermelho pode ser preparado como chá (blue cup and tea from a blue tea-pot image by Maria Brzostowska from Fotolia.com)

Utilizado para aliviar os sintomas de várias doenças, o trevo vermelho é similar ao feijão e à ervilha, pois é um membro da família dos legumes. Por conter fitoestrógenos, geralmente é usado no tratamento de doenças que acometem as mulheres. Embora estudos não sejam conclusivos sobre sua eficácia, os defensores afirmam que suas propriedades são similares a outros tratamentos com estrogênio.

Outras pessoas estão lendo

Benefícios

No passado, o trevo vermelho era usado principalmente para tratar câncer e doenças respiratórias como asma e coqueluche, segundo o National Center for Complementary and Alternative Medicine (NCCAM). Agora, entretanto, é utilizado para tratar problemas hormonais em mulheres, tais como sintomas da menopausa e dores nos seios associadas à menstruação. De acordo com a University of Maryland Medical Center, o trevo vermelho contém isoflavonas, que apresentam efeitos colaterais semelhantes ao estrogênio. Durante a menopausa, os níveis de estrogênio caem, o que aumenta a possibilidade de desenvolver osteoporose. Por isso, utilizar o trevo vermelho poderia, teoricamente, diminuir a chance disso acontecer. Alguns defensores do trevo vermelho afirmam que ele poderia prevenir o câncer, pois as isoflavonas impedem que as células cancerígenas cresçam.

Dosagem

As flores do trevo vermelho podem ser encontradas secas para fazer chás, em comprimidos, cápsulas ou tinturas. Para preparar o chá, coloque de uma a duas colheres de chá das flores em 200 mL de água quente por 30 minutos. Se optar pelas cápsulas, tome de 40 a 160 mg do suplemento diariamente. Ou então, tome diariamente de 60 a 100 gotas - cerca de 3 a 5 mL - da tintura do trevo vermelho, que deve ter cerca de 30% de álcool.

Considerações

O NCCAM destaca que diversos estudos tiveram resultados contraditórios para mulheres na menopausa, no entanto, a maioria dos estudos teve falhas de projeto. Um grande estudo mostrou que o trevo vermelho não teve efeito positivo sobre as mulheres na menopausa e que não há evidência científica global, por isso, são necessárias mais pesquisas sobre o tema.

Avisos

A University of Maryland Medical Center afirma que mulheres grávidas e amamentando não deve tomar o trevo vermelho. Além disso, o trevo vermelho possui efeitos negativos em crianças, por isso os pais devem procurar um pediatra antes de administrá-lo aos filhos. Conforme o NCCAM, essa planta possui compostos parecidos com estrogênio, o que poderia aumentar a probabilidade de uma mulher desenvolver câncer de colo do útero, embora nenhum estudo tenha mostrado alguma relação direta. Segundo a University of Maryland Medical Center, o trevo vermelho interfere na habilidade do corpo de processar algumas drogas. Antes de tomá-lo, converse com seu médico sobre o tratamento e se há algum risco de interação com outras medicações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível