×
Loading ...

Soluções caseiras: conheça as plantas com o poder de curar

Ivan Ivanov/iStock/Getty Images

Introdução

Desde os tempos mais antigos, as ervas e as plantas são usadas como remédios naturais para tratar todos os tipos de dores e doenças. Nos próximos slides, você descobrirá as qualidades de algumas delas e poderá usá-las como remédios caseiros. Em todos os casos, é indicado consultar um médico antes, principalmente se estiver grávida ou tiver alergias.

John Foxx/Stockbyte/Getty Images

Tília

Antiespasmódica e expectorante, essa erva é muito útil para o tratamento da asma e da gripe, além de ter propriedades diuréticas e sudoríficas. É um calmante natural e pode ser usada para o alívio das dores de cabeça, vômitos causados por nervosismo e indigestões. Também é indicada na limpeza dos dentes e das gengivas. É recomendado tomar o seu chá e usar uma colher para cada xícara.

Eugene Zelenko, Creative Commons

Marroio

O marroio atua especialmente no sistema digestivo, desinflamando o intestino, a vesícula e o fígado. É também um tônico para o estômago e para o fígado. Além disso, age como redutor de apetite, por isso é usado em dietas de emagrecimento. Também é importante para o sistema respiratório, como um expectorante bronquial, além de ser um diurético eficaz.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Dente de leão

Também conhecido como chicória silvestre, amargosa ou alface-de-cão, estimula a formação da bile e elimina o excesso de água do corpo, ou seja, tem função diurética. Além disso, o dente de leão é usado para tratar as inflamações hepáticas e da vesícula biliar. O seu uso é recomendado em caso de hepatite, reumatismo, prisão de ventre, insônia e febre. Essa planta é especialmente útil para tratar os cálculos renais.

Flickr: patriciamura

Tanchagem

A tanchagem ou transagem é recomendada para doenças respiratórias congestivas como, por exemplo, sinusite, rinite, asma, faringite e laringite. Também é útil para as congestões nas vias urinárias e nos órgãos sexuais. Esse descongestionante também é indicado para regular a pressão arterial. A infusão fria pode ser usada para tratar as queimaduras.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Casca de laranja

É sedativa, antiespasmódica e mineralizante. Pode ser tomada como chá antes de dormir, ajudando no sono. Além disso, pode ser misturada à hortelã, tília ou erva-cidreira para tratar os nervos. Também é útil para o tratamento de espasmos estomacais. Se ingerida em jejum, tem função diurética, diminui a pressão sanguínea e previne o diabetes.

Martin Poole/Digital Vision/Getty Images

Alfafa

A alfafa tem poder remineralizante pois contém cálcio, ferro, fósforo, sílica, cobre, zinco e selênio. Além disso, é uma excelente fonte de vitaminas. É recomendada no tratamento de transtornos hormonais e hemorragias menstruais. Também é indicada para fortalecer as paredes do estômago e ajudar na digestão, sendo muito usada em casos de gastrite ou úlcera estomacal.

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Malva

Essa espécie é anti-inflamatória quando usada como infusão para tratamento de tosse, infecções de garganta, bronquite, amidalite e laringite. Também é benéfica em casos de gastrite e úlcera estomacal. Como tratamento externo, os banhos quentes em água de malva são bons para aliviar as dores na bexiga, enquanto os banhos frios são indicados para hemorroidas.

Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images

Camomila

A camomila tem propriedades tônicas, estimulantes, aperitivas, estomacais, colagogas, antiespasmódicas, sedativas, antiálgicas e desinfetantes. Como infusão, é utilizada para aliviar cólicas, aerofagia e dores de estômago, assim como as cólicas menstruais. Seu chá pode ser usado externamente, para tratamento de inflamações nos olhos e nas pálpebras e em cuidados dermatológicos.

John Foxx/Stockbyte/Getty Images

Hortelã

É sedativa e calmante. Pode ser usada para tratar problemas digestivos, prevenindo a formação de gases digestivos e contribuindo para sua liberação. Também é indicada para aliviar as dores de cabeça causadas por problemas digestivos. Neutraliza as dores intestinais, as náuseas e vômitos, além das cólicas menstruais. Como tranquilizante, é indicada para controlar a ansiedade e a angústia.

Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Alcachofra

A alcachofra tem propriedades diuréticas, depurativas e febrífugas. É recomendada para o tratamento da icterícia, da congestão hepática, das cólicas vesiculares, da cirrose, da insuficiência hepática, da insuficiência hepatorenal, da nefrite crônica, da arterioesclerose e da insuficiência cardiorenal. Auxilia na eliminação das toxinas do organismo.