Qual o tamanho adequado de um ninho para calopsitas?

Escrito por christien aguinaldo | Traduzido por ana claudia bragé
Qual o tamanho adequado de um ninho para calopsitas?
Faça a caixa de ninho da calopsita de um tamanho grande o suficiente para abrigar com conforto os pais e os filhotes (Creatas/Creatas/Getty Images)

Fêmeas de calopsitas saudáveis ​​e bem nutridas são férteis até cerca de oito a dez anos, em média, enquanto os machos são férteis até aproximadamente 12 a 14 anos. Durante o período de reprodução, fornecer um ninho separado para cada casal facilita o choco adequado dos ovos. O tamanho padrão da caixa do ninho de uma calopsita é de 30 x 30 cm, com espaço suficiente para ambos os pássaros e mais cinco filhotes, de acordo com a National Cockatiel Society. Coloque a caixa do ninho para dentro da gaiola, que deverá ter 48 cm de comprimento, 18 cm de largura e 45 cm de altura. O Singing Wings Aviary afirma que calopsitas preferem ninhos de 30 cm x 30 cm x 30 cm ou de 38 cm x 30 cm x 30 cm.

Preparo da caixa do ninho

Compre uma caixa de ninho pronta em uma loja de animais ou faça uma por conta própria usando madeira compensada cortada. Forre o ninho com múltiplas camadas de papéis-toalha macios, com um pouco de textura, para absorver a umidade. Isso evita que os filhotes desenvolvam pernas abertas ou outras deformidades nas pernas. Faça uma ligeira depressão no centro para evitar que os ovos rolem. Esse recuo é conhecido como ninho-tigela.

Materiais a serem evitados

Escolha o material para o ninho cuidadosamente. Não use cascas de nozes, materiais descartados, camas de sabugo de milho ou qualquer outro tipo de material orgânico, pois eles promovem o crescimento de fungos e bactérias em condições úmidas. Evite o uso de serragem ou lascas (aspem, cedro ou pinho), uma vez que esses materiais podem prejudicar o sistema respiratório ou irritar os olhos do pássaro devido à formação de poeiras e gases. O cedro é tóxico.

Toalhas felpudas e pedaços de jornal rasgados são perigosos, uma vez que as unhas dos pés dos pássaros podem ficar presas e cortar a circulação do sangue na perna. Se isso passar despercebido, a amputação do membro afetado poderá ser necessária. Além disso, usar o material errado pode fazer os pássaros ingerirem-no, resultando em obstrução digestiva com risco de vida. Isso requer intervenção cirúrgica.

A cruza das calopsitas

As calopsitas se reproduzem no intervalo de 10 a 12 horas de luz solar, quando há água para beberem e banharem-se, muita comida disponível, incluindo alimentos macios para alimentar os filhotes e um local bom para ninho. Permita que os pássaros acasalem algumas vezes antes de deixá-los entrarem na caixa de ninho.

Postura dos ovos

A fêmea inicia postura dos ovos de sete a dez dias após o acasalamento bem-sucedido. Ela põe cerca de dois a oito ovos em uma única ninhada; a fêmea põe um ovo a cada 48 horas, em média. Calopsitas criadas em gaiolas não se reproduzem muito bem nem são bons pais, uma vez que estas habilidades são aprendidas com outras mais velhas. Alguns casais podem comer seus ovos ou abandonar os filhotes. Algumas aves não conseguem pôr ovos devido a problemas de infertilidade. Se os pais relutarem em chocar os ovos, pendure uma faixa de sementes na entrada da caixa de ninho para incentivá-los a entrar. Você ainda pode usar um material alternativo para uma caixa de ninho, como uma tigela de vidro rasa de sopa ou uma cesta, para incentivar os pássaros a fazerem ninho.

O ninho das calopsitas

A umidade é importante para o ninho, uma vez que garante o bom desenvolvimento dos embriões. Mantenha uma tigela rasa de água na gaiola para as aves tomarem banho dentro dela. Os pássaros molharão as partes inferiores do corpo e, em seguida, sentarão sobre os ovos. As calopsitas virarão os ovos a cada hora durante o dia e, possivelmente, até mesmo durante a noite. Isso garante uma temperatura uniforme em todos os lados dos ovos e evita que os embriões fiquem ligados à membrana da casca. Os ovos eclodem de 18 a 21 dias após o início do processo de choco.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível