Tecelagem e tranças tradicionais africanas

Escrito por joseph gabon | Traduzido por natali bazana
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tecelagem e tranças tradicionais africanas
cesta trançada (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A tradição de tecelagem e tranças africanas precede 300 AC, e tem sido passada de geração a geração. Tecidos de produção indígena promovem a tecelagem tradicional e vendem em todo o mundo. Estilistas do mundo todo incorporaram a trança em seus trabalhos e criaram um estilo de cabelo moderno. Produtos de tecelagem variam de tecidos a esteiras e cestos. Como tradição, a mulher pratica trançado, enquanto homens e mulheres praticam tecelagem, dependendo da comunidade.

Outras pessoas estão lendo

Fonte de renda

Mercados de toda África vendem os produtos de sua tradição. Os produtos mais comuns são cestos e esteiras. Empresas de grande porte investem em tecelões tradicionalmente qualificados. A demanda por produtos tradicionais na África, e de mercados estrangeiros, garante que tecelões vendam seus produtos e ganhem a vida com isso. Salões de beleza em toda a África fazem as tradicionais e estilosas tranças e os modelos de tranças variam de país para país.

Tecelagem e tranças tradicionais africanas
Tranças africanas (Thinkstock Images/Stockbyte/Getty Images)

Padrões

Religião, as tradições da comunidade, sexo, riqueza e influência de classe social, influenciam os padrões escolhidos na tecelagem. Os tecelões na África moderna adaptaram os padrões tradicionais para as novas tendências, e tecem com uma grande variedade de padrões. Estes tecidos contêm mensagens adaptadas a partir de provérbios sábios da África. Os padrões de cestas e tapetes variam de acordo com a atividade econômica tradicional da comunidade. Tranças incluem os três fios comuns de entrelaçamento, alguns estilistas usam fitas para criarem novos estilos.

Tecelagem e tranças tradicionais africanas
Estilo de tranças com adornos (Thinkstock/Stockbyte/Getty Images)

Materiais

Todos tecelagem africana tradicional utiliza produtos naturais. Os Zulus usam dobras de palma e corantes naturais para adicionar cor as cestas. As matérias-primas utilizadas incluem casca de baobá, sisal, fibras de bananeira e lã. Árvores e plantas produzem cores diferentes que são usadas para tingir os fios antes da tecelagem. Os estilistas não adicionam extensões de cabelo, em vez disso, eles usam o cabelo natural e o enfeitam com a joias feitas a partir de sementes e miçangas coloridas.

Tecelagem e tranças tradicionais africanas
Tranças com miçangas (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Representação cultural

A tecelagem e as tranças exibem variações culturais na África. Os estilos únicos e variados de produtos e trançados indicam uma cultura rica do povo africano. "The kente cloth of Ashanti" ( tecelagem de origem do povo Ashanti) representa a história, a filosofia, a ética, a literatura oral, crença religiosa, os valores sociais e pensamentos políticos. Os estilos de vida e as crenças dos africanos inspiram os tecidos. Estilistas usam modelos diferentes de trança para cada ocasião, como trancinhas para uso diário, torções e tranças para as cerimônias.

Tecelagem e tranças tradicionais africanas
Trança para cerimônias (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível