Ténicas de enxertia de oliveiras

Escrito por peter mitchell | Traduzido por rúben carlos esteves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
 Ténicas de enxertia de oliveiras
Algumas oliveiras, como a variedade Kalamata, são adequadas para a enxertia porque não crescem a partir de estacas (Olive tree garden during summer season image by MAXFX from Fotolia.com)

Quando duas partes produtivas de duas oliveiras diferentes se unem de uma forma particular, elas se enxertam uma na outra. O enxerto de oliveiras é feito unindo caules frutíferos a um galho saudável de uma árvore nova. Ele necessita danificar a árvore que recebe o enxerto, bem como a planta enxertada. Porém, o ponto onde as duas partes se encontram -- conhecido como ponto de união -- fica saudável. As técnicas de enxertia requerem algum tempo para serem dominadas.

Outras pessoas estão lendo

Motivos

No livro "Olives", Nikolaos Therios sugere vários motivos que levam os jardineiros a enxertar as oliveiras. Um deles é saber que algumas espécies de oliveiras não crescem de cortes, tornando difícil a existência de uma nova árvore da mesma variedade. A enxertia também ajuda em condições extremas de solos pobres, porque você pode usar uma variedade de oliveira que tolere essas condições e enxertar espécies mais delicadas no porta-enxerto. Quando a oliveira está danificada, existe uma técnica conhecida como enxertia de ponte que serve para curar uma ferida recente da árvore. Enxertia permite aos agricultores adicionar plantas que ajudam na polinização de um olival.

Técnicas

Técnicas de enxertia de oliveiras incluem o enxerto de união, o enxerto de broto e o enxerto de casca. O método mais adequado depende do gênero e do tamanho do tronco enxertado. Um método popular de enxertia de oliveiras, descrito na página da internet ABC Austrália, inclui o uso de um enxerto -- um pequeno tronco cortado e podado em um determinado ângulo da oliveira que você escolheu. Cortando uma pequena tira do tronco da árvore, o enxerto fica por debaixo da casca da árvore. Com o passar do tempo, a seiva ajuda a unir os dois pedaços. Coloque fita ou cera de enxertia para segurar o enxerto no devido lugar.

Condições

Se na estação de crescimento ou durante um período de tempo frio você enxertar as oliveiras cedo demais, a sua união pode falhar. As células de crescimento das plantas devem estar na etapa de crescimento para se conectarem. Quando estão dormentes, como por exemplo, durante o inverno, as células não crescem. Os enxertos de verão adequam-se a maior parte das oliveiras. Você deve regar o enxerto. Agricultores mantêm a terra úmida em volta da árvore e usam pulverizadores que adicionam umidade em volta do próprio enxerto.

Considerações

Amarrar uma sacola plástica em volta da união do enxerto durante três dias ajuda a manter a área úmida e aumenta as chances de obter um enxerto com sucesso. A umidade insuficiente é apenas um dos motivos pelos quais o enxerto não funciona. Na verdade, trata-se de um procedimento muito complicado. A enxertia leva tempo e requer mais capacidade do que a estaquia. Esses fatores fazem dessa técnica uma abordagem relativamente cara para o olival.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível