Mais
×

Como usar terapia craniossacral para o autismo

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Como usar a terapia craniossacral para o autismo. A terapia craniossacral (TCS) é usada para tratar o autismo ao aliviar o estresse no sistema nervoso central. Terapeutas usam o toque para desbloquear áreas do corpo onde o fluido cérebro-espinhal foi aprisionado. Ela pode ser usada sozinha ou com terapias complementares, e deve ser administrada por agentes treinados. Continue a ler mais sobre como usar a terapia craniossacral para o autismo.

Instruções

Use a terapia craniossacral para o autismo

    Use a terapia craniossacral para tratar o autismo

  1. Contacte um agente treinado em terapia craniossacral, como um quiroprático, osteopata ou fisioterapeuta. Os agentes aplicam uma leve pressão para ajudar a balancear o líquido cérebro-espinhal através do corpo, que pode criar um efeito calmante e diminuir os efeitos do autismo, como o comportamento agressivo ou auto-destrutivo. A TCS também pode ser usada para tratar a síndrome de Asperger ou para ajudar as pessoas com transtorno invasivo do desenvolvimento.

  2. Prepare-se para gastar em torno de uma hora para cada tratamento, durante o qual o agente irá tocar o pescoço, pés, mandíbula e sacro.

  3. Saiba o que esperar. A terapia craniossacral não pode curar o autismo, mas alguns pais sentem que seu filho está mais relaxado depois do tratamento e faz contato visual mais consistente. Muitas pessoas sentem que a TSC pode apoiar o sistema imune no geral, melhorar as habilidades de comunicação em crianças autistas, melhorar o comportamento, impulsionar o controle e a concentração e melhorar a interação social.

    Combine a terapia craniossacral com tratamentos complementares

  1. Elimine o fermento, glúten e laticínios da dieta do seu filho. Muitas pessoas acreditam que o autismo é causado por alergias a comidas, como também poluentes e metais em excesso no corpo, como o mercúrio. Medicamentos anti-fúngicos e a eliminação de metais no sistema pode ajudar o processo de detoxificação, que fortalece o sistema imune e melhora a saúde.

  2. Massageie sua criança por 15 minutos antes de ir dormir. Estudos mostraram que a massagem ajuda as crianças autistas a dormirem melhor e melhora a concentração. Crianças que recebem massagem também tem poucos problemas comportamentais e melhor interação social.

  3. Participar em terapias musicais. A música tem um efeito calmante em crianças autistas e pode melhorar as habilidades de linguagem. Algumas crianças autistas são capazes de cantar antes que elas possam falar. A terapia musical também encoraja a interação social e a participação em grupo.

  4. Use exercícios terapêuticos monitorados por fisioterapeutas para aumentar a força e melhorar a postura, o equilíbrio e as habilidades motoras.

Dicas

  • Saiba que a terapia craniossacral pode ser usada em lactantes e crianças jovens porque a pressão exercida pelos profissionais é extremamente leve.

Aviso

  • Consulte o médico do seu filho antes de participar de uma terapia craniossacral, fazer mudanças na dieta, ou começar um programa de exercícios.
  • Verifique com a empresa do seu plano de saúde antes de receber a terapia craniossacral. Ela pode ser considerada uma terapia experimental e pode não ser coberta por todos os planos de saúde.
bibliography-icon icon for annotation tool Cite this Article