Tipos de coletes à prova de balas

Escrito por james young | Traduzido por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tipos de coletes à prova de balas
Existem diversos níveis de proteção contra armas (self-defense, woman with gun, at gun point image by AGphotographer from Fotolia.com)

Coletes à prova de balas possuem diferentes níveis de proteção. Os mais discretos proporcionam defesa contra pistolas de baixo calibre, mas uma blindagem macia para esconder sob a roupa é também a menos eficaz. Coletes táticos incluem placas de cerâmica capazes de suportar disparos de balas de rifles militares. Coletes à prova de balas compostos são o elemento central das blindagens corporais completas usadas por especialistas em profissões de risco, como desmontar bombas.

Outras pessoas estão lendo

Padrões

Padrões determinados pelo Instituto Nacional de Justiça, o NIJ norte-americano – uma divisão do Departamento de Justiça – classifica os coletes à prova de bala pela quantidade e pela proteção que a blindagem proporciona. As blindagens corporais do tipo IIA - a de menor classificação - resistem a projéteis de pistola até 9mm ou calibre 40. As do tipo II resistem tanto a disparos de 9 mm em alta velocidade quanto a disparos de .357; As do tipo IIIA são capazes de deter um disparo de Magnum 44. As do tipo III incluem placas de blindagem duras que podem deter disparos projéteis de rifles 7.62. As do tipo IV – a mais alta classificação – podem deter um disparo de balas de rifle calibre .30. criadas para perfurar blindagens corporais.

Testes

Para se qualificar para as avaliações, as blindagens corporais precisam passar por vários testes específicos usando balas de tipos e velocidades específicas. Balas usadas incluem Full Metal Jacket ou FMJ (munição encamisada) bem como balas de ponta macia, balas ocas e balas de ponta oca. As blindagens corporais não são testadas com todos os projéteis possíveis. Coletes que passem apenas pelos padrões para Nível IIA não suportarão tiros de rifle ou disparos de projéteis de pistola forrados de Teflon. O Nível IIA aguenta um tiro de 9 mm a uma velocidade aproximada de 370 m/s, mas não o mesmo calibre a cerca de 397 metros por segundo. Blindagem recondicionada passa por um padrão inferior ao das armaduras novas.

Coletes escondidos

Coletes à prova de balas macios realmente oferecem boa proteção contra disparos de pistola. Os coletes ficam mais leves e menos óbvios à medida que a proteção diminui. Algumas marcas oferecem melhor proteção por menos peso, bem como melhor cobertura para o corpo. Coletes leves podem reduzir o peso ao diminuir a área do colete ou deixando aberturas laterais. As avaliações não indicam quantidade de proteção – uma avaliação significa apenas que a parte mais fraca do colete proporciona a menor resistência balística para aquele padrão.

Armadura tática

Unidades táticas de polícia e pessoal militar que precisam usar proteção contra disparos de rifles de alto calibre usam blindagens compostas mais pesadas que empregam tanto o tecido de Kevlar quanto placas de blindagem feitas de cerâmicas. Apesar de o Kevlar resistir a armas pequenas, o processo de proteção com placas de cerâmica proporciona defesa contra disparos de rifles. Equipamento tático pode incluir proteção para a virilha e garganta, mas o peso e volume extras limitam a mobilidade. O equipamento é normalmente camuflado, mas não pode ser realmente escondido.

Escolha de blindagem

Coletes à prova de balas podem ser desenhados para resistir a ataques que vão além dos limites de teste. Os acessórios proporcionam defesa passiva contra facadas ou traumatismos, além de dar ao corpo cobertura extra. As blindagens podem ser especialmente desenhadas para trabalhos de alto risco como remoção de minas. Os coletes estão disponíveis até para cães. Coletes construídos para proteger contra armas de fogo comum podem ser mais práticas em circunstâncias comuns do que aqueles construídos para resistir a armamentos exóticos. Vestes macias para esconder sob a roupa também não indicam aos agressores que eles devem atacar a cabeça e não o peito.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível