Educação e ciência

Tipos de ligações químicas entre átomos para formar moléculas

Escrito por joshua liu | Traduzido por ricardo soares
Tipos de ligações químicas entre átomos para formar moléculas

Os metais são mantidos juntos por ligações metálicas

Thinkstock/Comstock/Getty Images

As moléculas são grupos de átomos ligados entre si através de ligações químicas. Pelo fato de os átomos poderem se combinar de várias formas, existem muitos tipos diferentes de moléculas. Mesmo assim, as ligações químicas que unem os átomos podem ser categorizadas em grupos básicos. Cada tipo de ligação química tem propriedades especiais, e as moléculas podem ser classificadas pela ligação química que as criam.

Outras pessoas estão lendo

Ligações químicas básicas

A maioria dos tipos de ligações químicas dependem da camada mais externa dos átomos conhecida como elétrons de valência. Um átomo pode ter entre zero e oito elétrons de valência. Quando dois ou mais átomos se aproximam um do outro, as forças eletromagnéticas entre esses elétrons de valência pode produzir uma ligação química. Dependendo do número de elétrons de valência, da natureza do núcleo atômico e de outros fatores, diferentes tipos de ligações químicas podem surgir.

Ligações iônicas

Uma ligação iônica ocorre quando um átomo contendo três ou menos elétrons de valência reage com um átomo com cinco ou mais elétrons de valência. Quando isso acontece, o átomo com o menor número de elétrons de valência dá os seus elétrons para o outro átomo. Em seguida, os dois átomos se unem. Por exemplo, o sal de cozinha, ou cloreto de sódio, é produzido quando um átomo de sódio reage com um átomo de cloro. O átomo de sódio perde seu único elétron de valência, permitindo que o átomo de cloro tenha uma camada externa cheia de elétrons.

Ligações covalentes

A ligação covalente geralmente ocorre quando átomos com camadas externas parcialmente preenchidas se encontram. Em vez de elétrons serem transferidos permanentemente entre os átomos, uma ligação covalente envolve uma complexa troca de elétrons entre os átomos. Isso resulta em cada átomo na ligação covalente possuindo uma camada externa cheia de elétrons, enquanto que os elétrons compartilhados se movem entre os átomos. Um diamante, que na verdade é uma vasta rede de átomos de carbono em ligação covalente aos seus vizinhos, fornece um exemplo de uma ligação covalente.

Ligações metálicas

Uma ligação metálica é um tipo especial de ligação química que ocorre entre os átomos de metal. Enquanto que as ligações iônicas e covalentes envolvem átomos transferindo ou compartilhando elétrons, as ligações metálicas envolvem um sistema de elétrons. Por exemplo, o núcleo atômico em um pedaço de magnésio é mantido junto por uma estrutura em série formada por forças eletromagnéticas. Cada elétron do átomo é deslocado, o que significa que eles se movem livremente entre os núcleos de magnésio e formam o chamado "mar de elétrons".

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media