Mais
×

Por que alguns tipos de madeira produzem tanta fumaça?

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

A quantidade de fumaça gerada pela lenha depende largamente do tipo de madeira usada. Se você depende de lareiras para aquecer sua casa, precisará de uma madeira que queimará durante um longo tempo e que produza muito calor. Outros fatores, além do tipo de madeira que você esteja queimando, podem contribuir na quantidade de fumaça de sua fogueira.

Escolha o tipo de madeira correta e monte sua fogueira com cuidado (campfire full of burning wood for preparation of the shish kebab image by Irina Igumnova from Fotolia.com)

Lenhas duras

Devido à grande densidade das células vegetais em lenhas duras, elas tendem a queimar mais intensamente e, portanto, produzem menos fumaça do que as madeiras mais macias que contêm densidades celulares menores. Lenhas duras também queimam por mais tempo. Exemplos de lenhas que produzem pouca fumaça incluem amêndoa, macieiras, freixo, carvalho, faia, bétula, cerejeiras, cornizo, nogueira amarga, bordo, noz-pecã e nogueira. Lenhas que produzem um pouco mais de fumaça incluem a faia preta, elmo, tilia, hibisco, eucalipto, sicômoro e o álamo amarelo.

Madeiras macias

A maioria dos coníferos se encaixa na categoria de lenhas macias. As células são mais largas e não tão estreitamente empacotadas como as células de madeiras duras, e as macias queimam mais rapidamente, produzindo menos calor e frequentemente criando mais fumaça do que as madeiras mais duras. Inclusas entre as madeiras macias estão o cipreste, o cedro vermelho do leste, o abeto, o abeto-vermelho comum e o pinheiro amarelo do sul.

Seiva

Muitas madeira macias e algumas duras produzem piche, ou seiva de árvore, que estas utilizam para curar feridas. Quando algo penetra a casca, ou se um galho se parte, o piche escoa da ferida. Uma vez em contato com o ar, a seiva endurece, formando um curativo natural. Essa seiva é altamente volátil e qualquer árvore que a produza emitirá, portanto, uma quantidade considerável de fumaça quando usada como lenha. Alguns exemplos são o cedro, o abeto, a maioria das variedades de pinheiros e o bordo-açucareiro.

Lenha molhada

A madeira molhada não consegue queimar em alta temperatura, e uma fogueira bem quente é a chave para reduzir a quantidade de fumaça produzida. Qualquer espécie de madeira, quando molhada, não queimará completamente até que seque. Muito da fumaça excessiva emitida pela madeira molhada é na verdade vapor misturado com pequenas partículas de matéria. Seque a lenha apropriadamente e deixe-a fora da chuva.

Fogo baixo x fogo alto

Quanto mais quente uma fogueira queimar, menos fumaça ela produz. Lenhas duras emitem menos fumaça do que as lenhas macias porque queimam mais intensamente. Mesmo madeiras macias não precisam criar montantes excessivos de fumaça. Erros comuns em fazer fogueiras incluem utilizar pouca lenha ou amontoar pedaços de madeira muito próximos um do outros. Ambas as práticas podem fazer com que a lenha queime em fogo baixo ao invés de arder com intensidade. Deixe vários centímetros de espaço entre os pedaços da lenha queimando e arrume a madeira para que eles façam o mínimo contato uns com os outros. Uma estratégia efetiva quando se começa uma fogueira é arrumar a lenha em forma de uma cabana de toras.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article