Tipos de níveis tróficos

Escrito por alissa pond mentzer | Traduzido por lucas vilaça
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tipos de níveis tróficos
Gaviões e ratos pertencem a diferentes níveis tróficos dentro de uma mesma cadeia alimentar (Tom Brakefield/Stockbyte/Getty Images)

Num ecossistema, a energia flui entre os seres vivos, quando alguns organismos produzem seu próprio alimento a partir do sol ou consomem outros organismos para obter energia, formando uma cadeia alimentar. Cada passo numa cadeia alimentar representa um nível trófico. Cadeias alimentares interconectadas dentro de um ecossistema formam uma rede alimentar, onde a energia flui entre os níveis tróficos. Os três tipos mais comuns de níveis tróficos dentro de uma cadeia alimentar incluem produtores, consumidores e decompositores.

Outras pessoas estão lendo

Produtores

Os produtores absorvem energia da luz do Sol e a convertem em energia química. Plantas, algas e cianobactérias produzem glicose e celulose durante a fotossíntese. Bactérias que vivem perto de fendas vulcânicas no piso oceânico usam elementos químicos emitidos das fendas para produzir seus próprios alimentos. Esses organismos formam a base de cadeia alimentar; sem eles, os níveis tróficos superiores não existiriam. Produtores fornecem alimento para seres herbívoros e outros tipos de organismos que não se alimentam de matéria animal.

Consumidores

Consumidores não são capazes de produzir seus próprios alimentos, e obtêm energia se alimentando de produtores ou outros consumidores. Os consumidores são classificados em vários níveis tróficos dentro de uma cadeia alimentar. Herbívoros são consumidores primários que se alimentam de matéria vegetal. Carnívoros que se alimentam de herbívoros são consumidores secundários, e carnívoros que consomem outros carnívoros são consumidores terciários. Onívoros consomem tanto matéria vegetal quanto animal. Necrófagos se alimentam dos restos de plantas e animais mortos. Saprófitas são plantas que não fazem fotossíntese, e obtêm energia a partir dos restos de plantas e animais em decomposição.

Decompositores

Decompositores se alimentam de organismos mortos ou dos excrementos de outros organismos, também chamados de detritos. Eles absorvem nutrientes de restos e secretam substâncias que facilitam o processo de decomposição. Decompositores convertem matéria orgânica em nutrientes inorgânicos e os retornam para o meio ambiente, para uso de outros seres. Organismos que cumprem essa função na cadeia alimentar incluem bactérias e fungos, tais como mofo e cogumelos.

Perda de energia

A primeira e segunda leis da termodinâmica se aplicam ao fluxo de energia através de uma cadeia ou rede alimentar. Essas leis determinam que a energia não é criada ou destruída, mas se transfere de uma forma para outra. Quando a energia se move de um nível trófico para o outro, parte da energia é perdida na forma de calor. A perda por calor ocorre quando um organismo de um nível trófico superior consome um organismo de um nível trófico inferior. Quando um coelho come uma folha de dente-de-leão, ele não absorve toda a energia daquela folha. Menos energia ainda é transferida para o coiote que se alimenta do coelho.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível