Que tipos de plantas os elefantes africanos comem?

Escrito por benna crawford | Traduzido por débora cussiol
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Que tipos de plantas os elefantes africanos comem?
Elefantes são animais herbívoros (Anup Shah/Digital Vision/Getty Images)

Os elefantes africanos são os maiores elefantes do mundo e passam três quartos de seu tempo comendo. Eles podem armazenar mais de 180 kg de vegetação por dia, pastando em arbustos, gramíneas e árvores -- o que estiver disponível. Eles são herbívoros e usam seus enormes molares para triturar as plantas e extrair os elementos nutricionais. Não conseguem digerir a celulose, que é a maior parte da planta, por isso têm de comer enormes quantidades todos os dias para sobreviver.

Outras pessoas estão lendo

Acácia

A Acácia tortilis, também conhecida como a árvore guarda-chuva, é um símbolo africano icônico. Seus ramos estendidos contra a relva da savana constituem uma bela oportunidade para uma foto. Também é uma refeição muito saborosa para os elefantes, embora eles prefiram as mudas da árvore e consumam tudo o que encontrarem. As árvores dão aos elefantes uma maior quantidade de fibra e proteína bruta do que as gramíneas - o teor de proteína pode ser duas vezes maior no broto da árvore, do que em gramíneas - e a acácia é um retorno valioso durante a estação seca, quando outras plantas estão menos disponíveis. Elefantes procuram por forragens densas em nutrição quando as fontes de alimento são escassas, e as acácias são reservas nutricionais certas.

Kigelia -- árvore-da-salsicha

A kigelia exibe longos e pesados frutos em forma de salsicha que caem da árvore e apodrecem conforme suas sementes dispersam. Os elefantes acham o fruto da árvore salsicha delicioso, embora seja um deleite raro porque as árvores não são muito abundantes no Serengeti. Eles empurram a cabeça contra a casca da árvore, sacudindo-a e então enrolam suas trombas em volta do tronco. Eles sacodem a árvore até que a fruta caia no chão, onde ela é facilmente alcançada para comer. Eles podem arrancar a árvore inteira antes de consumir a fruta, mas comerão também as folhas, e ajudarão a dispersar as sementes da árvore enquanto vagam pela savana em busca da próxima refeição.

Baobá

O baobá recebe um tratamento bastante agressivo dos elefantes. Eles enfiam suas presas na casca da árvore para remover grandes tiras dela e chegar à polpa suculenta que fica embaixo. Eles são particularmente atraídos para as reservas de umidade do baobá durante a estação seca. Mas eles também comem a casca, as folhas e os frutos. Isto é importante porque um baobá pode acabar sendo sacrificado para a refeição matinal de um elefante, mas estes mamíferos famintos dispersam as sementes, levando a um novo crescimento. A vitamina C contida em uma fruta do baobá equivale a vitamina C existente em quatro laranjas. As sementes contêm uma grande quantidade de proteína, e as folhas são ricas em cálcio.

Gramíneas

As gramíneas são o alimento rápido dos elefantes e, em qualquer lugar, de 30 a 60% de sua dieta é grama da savana. As gramíneas são doces e exigem muito pouco esforço para consumir, ao contrário da casca das árvores. Grama alta é mais fácil de encher, mas na maior parte do tempo, o elefante tem de consumir tudo o que puder encontrar. O desaparecimento de habitats e os incêndios frequentes que queimam a grama da savana podem gerar tempos difíceis na busca constante do elefante por alimento suficiente. A grama vermelha é uma planta alta que cresce em pequenas matas e pode espalhar-se cobrindo uma grande área. Sporobolus é uma grama mais curta que é vigorosamente pastoreada. Portulacaria é um arbusto perene, com folhas suculentas e amargas, que os elefantes mastigam de cima para baixo, permitindo que a planta se espalhe perto do chão, floresça e libere suas sementes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível