×
Loading ...

Vantagens e desvantagens da polinização

Atualizado em 17 abril, 2017

A polinização é um processo natural no ciclo de vida das plantas em que o pólen de uma flor é transportado a outra flor para fertilizá-la. Em todos os diferentes tipos de polinização, o resultado básico é o mesmo - a espécie da planta prospera através desta reprodução natural. A polinização também garante a diversidade e a variedade de espécies de plantas. Por esse motivo, muitas vezes os horticultores e agricultores intencionalmente polinizam espécies diferentes de plantas para criar novos híbridos. Este processo geralmente acontece naturalmente, por meio de polinizadores, como pássaros, abelhas ou insetos.

Abelhas, pássaros e borboletas facilitam a polinização de flores (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Adaptação natural

A polinização é a forma natural de reprodução das plantas, e por meio dela, testemunhamos o intrincado sistema da natureza. As espécies vegetais são preservadas em um ambiente que está mudando constantemente, e a polinização cruzada, que é a fertilização entre diferentes variedades de plantas, garante que uma planta híbrida mais nova seja gerada para substituir uma que pode estar diminuindo em número. A polinização é, portanto, uma forma de garantir que o planeta permaneça verde e de que a população de plantas seja capaz de se adaptar às mudanças ambientais.

Loading...

Plantas autopolinizadoras

A polinização é também a maneira da natureza nos oferecer as frutas, como morangos, tomates, amendoim e as pimentas, que podem se autopolinizar. Este tipo de polinização garante a rápida propagação de uma espécie, já que não é necessária a ajuda externa. Para os horticultores e agricultores, isso significa ser capaz de cultivar plantas autopolinizadoras em maior número, pois não têm que depender do transporte de pólen de uma planta para outra.

Polinização cruzada: Melhor lavoura

A polinização cruzada gera a diversidade biológica das plantas e das plantações do planeta. Muitos vegetais híbridos - as orquídeas, por exemplo - são de polinização cruzada, o que cria mais espécies raras e exóticas. Ela também oferece um rendimento melhor em pomares comerciais, porque os produtores podem cuidar de suas plantações de uma forma mais sistemática. A polinização cruzada também protege as abelhas e borboletas, e muitas vezes também leva a melhores colheitas e a plantas mais fortes. Este processo de seleção natural é benéfico para as espécies de plantas que poderiam de outra maneira se extinguir.

Sobrevivência limitada

Para as plantas de autopolinização, os perigos de perda de lavoura são inferiores aos das plantas que necessitam de polinizadores. No caso de plantas de polinização cruzada, há a ameaça de que toda a safra morra se não houver polinizadores para facilitar o processo. A desvantagem das flores e plantas autopolinizadoras é que há pouca diversidade genética, já que os mesmos genes são passados de geração em geração. Qualquer alteração no ciclo natural ameaça a sobrevivência dessas espécies vegetais.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...