Tratamento da esofagite de refluxo

Escrito por maria richmond | Traduzido por larissa frança
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento da esofagite de refluxo
Pessoa com dor de garganta (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

A esofagite de refluxo é vista com frequência pelos médicos, podendo ser uma condição dolorosa, bem como inquietante, uma vez que não permite ao paciente comer normalmente. Muitas pessoas que sofrem com o problema apresentam sintomas como náusea, vômitos, queimação cardíaca, boca e garganta inflamadas e dor ao engolir. Existem inúmeras formas de tratamento para essa patologia, e sua longevidade, bem como sua severidade, determinará qual deles será o melhor para você.

Outras pessoas estão lendo

O que é a esofagite de refluxo?

A esofagite é a irritação do esôfago, tubo pelo qual a comida passa para chegar ao estômago. Ele pode se inflamar por inúmeras razões diferentes, incluindo doenças ou uma irritação devida a fontes externas. Vômitos excessivos podem irritar a garganta, assim como certas medicações, como o ibuprofeno ou anti-inflamatórios não esteroides, que são tomados ao longo do tempo. Beber quantidades excessivas de álcool, herpes, cândida e refluxo podem também causar a esofagite, que pode até mesmo ser provocada pela irritação proveniente de tratamentos de câncer. Quando o esôfago está inflamado, a deglutição fica comprometida, bem como o ato de se manter a comida no estômago. Se houver a suspeita de esofagite, ela deve ser tratada pelo seu médico assim que possível.

Medicações para a esofagite

O seu médico pode querer que você inicialmente teste alguns medicamentos, para ver se eles ajudam a manter o ácido estomacal no estômago, reduzindo o refluxo. Existem inúmeros bloqueadores de ácidos que têm venda livre, como Prilosec, Zantac, Tagamet e Pepcid, que antes eram comprados somente com receita mas, agora, têm venda livre. Algumas pessoas com problemas de refluxo tomam produtos como Tums, Malox e Mylanta, que são anti-ácidos populares.

Dieta com esofagite

A dieta é muito importante no tratamento da esofagite. O seu médico provavelmente colocará você em uma dieta restrita em alimentos sem ácido que são grosseiros no revestimento do estômago. Ele lhe fará comer alimentos suaves e ficar longe daqueles que aumentem a produção de ácidos ou gases, como pimentão, comidas picantes, tomates e frutas ácidas, e até mesmo café. Comidas suaves incluem iogurtes, massas simples, cereais cozidos, molho de maçã e creme de ovos. Qualquer coisa que irrite o esôfago e o revestimento estomacal poderá aumentar o refluxo.

Tratamento cirúrgico

Se as medicações ou a dieta não funcionarem para corrigir o problema, o seu médico lhe poderá considerar como candidato a um procedimento chamado fundoplicatura, que possui dois propósitos: um é aumentar a pressão no EEB (esfíncter esofágico baixo) e a outra é reparar qualquer hérnia hiatal que possa estar presente. O esfíncter esofágico baixo está no fundo do esôfago e conecta-o ao estômago. Se ele não estiver esticado o suficiente, a comida pode voltar ao esôfago, ao invés de continuar no estômago.

Considerações

Se você passou por problemas de refluxo por um período de tempo, é melhor ver o seu médico assim que possível. O refluxo esofágico pode causar danos severos ao esôfago ao longo do tempo, incluindo o aumento do risco de câncer. A esofagite não é somente dolorosa, como pode também levar a outros problemas mais sérios, e é melhor não diagnosticá-la por si mesmo. Você precisa da ajuda de um profissional médico para confirmar o diagnóstico da esofagite e ajudá-lo a decidir qual forma de tratamento será a melhor para você.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível