Saúde

Tratamento para tosse dos canis com antibióticos

Escrito por joshua bailey | Traduzido por giovana moretti
Tratamento para tosse dos canis com antibióticos

A tosse dos canis é tratada com antibióticos

Goodshoot/Goodshoot/Getty Images

A tosse dos canis, também conhecida como traqueobronquite infecciosa, possui muitas variações em cães. Alguns estágios são mais sérios que outros, mas os antibióticos são normalmente dados com base na causa da doença: infecções virais ou bacterianas.

Outras pessoas estão lendo

O que é a tosse dos canis?

Você pode pensar na tosse dos canis como uma equivalente à infecção respiratória humana. O cão, na verdade, realmente tem uma leve infecção respiratória quando é afetado pela tosse dos canis. Os sintomas podem incluir espirros, tosse, muco nasal e, em casos piores, doenças respiratórias ou doenças sistêmicas severas. Patógenos virais são associados a problemas respiratórios e incluem a parainfluenza, o adenovírus, o coronavírus respiratório canino e o herpesvírus canino. Os patógenos bacterianos são associados ao "bordetella bronchiseptica", ao "mycoplasma spp." e ao "streptococcus zooepidemicus", que ocorrem quando grandes números de animais são mantidos perto um do outro, como em um zoológico, onde o vírus vai e vem. A razão pela qual a doença é chamada de "tosse dos canis" é porque a maioria dos patógenos listados aqui é incapaz de causar a doença sozinhos. Mas, com fatores ambientais adicionais, como o estresse e o contato constante com outros cães, é fácil se transformar numa infecção prejudicial. A causa da tosse dos canis não pode ser decidida com base em sintomas de saúde de um único cão. Ela só pode ser determinada pelo padrão visto na saúde de todos os cães afetados que foram mantidos nos mesmos locais. Por exemplo, se vários cães demonstrarem cinomose leve, que só é vista em cães que não foram vacinados aos 4 meses de idade, então seria claro o suficiente assumir que outro cão demonstrando sintomas similares tem a mesma doença. A influenza canina é mais perigosa porque os cães podem contraí-la em qualquer idade, tendo sido vacinados ou não.

Tratamento com antibióticos

Nem a cinomose e nem a influenza são tratáveis com vacinas. Os medicamentos aplicados podem eliminar os sintomas, mas não os podem prevenir ou ajudar a sumir completamente. Por outro lado, há muitos antibióticos que conseguem curar a tosse dos canis em poucos dias. Cães que estejam em casa quando diagnosticados com tosse dos canis provavelmente não vão precisar de antibióticos porque a infecção não está ao redor deles para mantê-los doentes. Se o cão estiver num canil ou abrigo, então os antibióticos são uma escolha favorável. A doxiciclina é a mais comumente administrada para tratar a infecção de bordetella, que é resistente à cefalexina. Porém, você deve ter cuidado com a doxiciclina. Se seu cão tem alergia prévia a ela ou se sofre de insuficiência hepática ou renal, mantenha-o longe da doxiciclina. Para outras infecções virais, você pode tratar seu cão com cefalexina, fluoroquinolonas ou Clavamox. Para reduzir a severidade da maioria dos sintomas, como a tosse e os espirros, a prednisona pode ser dada oralmente ao cão. Antibióticos do tipo aerossol devem ser administrados aos cães que geralmente não reagem aos antibióticos listados acima (ou que começaram a não reagir). Estes incluem a gentamicina ou polimixina.

Outros tratamentos não medicinais

Outras coisas que você quiser fazer para cuidar do seu cão seriam usar uma coleira completa ao levá-lo para passear ou evitar que ele lata tanto para não tensionar a traqueia.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media