Tratamentos FIV e gravidez ectópica

Escrito por meghan slocum | Traduzido por vitoria felix
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamentos FIV e gravidez ectópica
A FIV normalmente é uma boa opção em mulheres que tiveram uma ou mais gravidez ectópicas (Brenda Lamothe Coulomme on sxc.hu)

A fertilização in vitro (FIV), é um tipo de tratamento contra infertilidade. Ela normalmente é uma boa opção para mulheres que tiveram uma ou mais gestações ectópicas. Para essas mulheres, a FIV reduz o risco de ter outra gravidez desse tipo. Em comparação com a taxa de gravidez ectópica dentre todas as gestações nos Estados Unidos, entretanto, o tratamento FIV tem uma chance ligeiramente maior de causar uma gravidez ectópica.

Outras pessoas estão lendo

Tratamento FIV

A fertilização in vitro é um tratamento comum para infertilidade. Para começar o processo, uma mulher precisa tomar medicação para estimular o desenvolvimentos dos óvulos no seu ovário. Em um laboratório, os óvulos são combinados com o esperma do parceiro da mulher sob condições que permitirão que a fertilização ocorra. Alguns dias depois, os óvulos fertilizados são transferidos para o útero da mulher.

Gravidez ectópica

Uma gravidez ectópica ocorre quando um óvulo fertilizado se implanta em qualquer lugar que não seja o útero. A maioria das gestações ectópicas ocorre em uma trompa de Falópio, em casos raros, um óvulo fertilizado pode se implantar no colo do útero, ovário, ou em algum outro lugar nos órgãos reprodutivos. Essas gestações podem ser fatais se não forem tratadas imediatamente. Uma vez que você tenha tido uma gravidez ectópica, você corre um alto risco de tê-la novamente.

FIV para mulheres que tenham tido uma gestação ectópica

As mulheres com uma trompa de Falópio que foi marcada ou removida como resultado de uma ou mais gestações ectópicas geralmente têm mais dificuldade de engravidar no futuro. Os médicos geralmente recomendam fertilização in vitro para tais pacientes. Já que os óvulos fertilizados são implantados diretamente no útero, qualquer dano que a trompa de Falópio possa ter sofrido não interferirá na habilidade dos óvulos de chegar até o útero.

Risco de gravidez ectópica com FIV

Para mulheres que tenham passado por uma ou mais gestações ectópicas, engravidar através da FIV reduz os riscos de ter outra gravidez desse tipo. Ainda existe, no entanto, certo risco de gravidez ectópica. De acordo com a American Society for Reproductive Medicine, a FIV tem 5% de chance de desenvolver uma gravidez desse tipo. Em comparação, apenas cerca de 2% de todas as gestações dos Estados Unidos são ectópicas.

Se você estiver tentando engravidar

Se você teve uma gravidez ectópica no passado e agora está tentando engravidar, você pode querer discutir suas opções com a sua médica. Ela será capaz de ajudá-la a decidir qual o tipo de concepção funcionará melhor para você.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível