Tratamentos para neuropatia isquêmica da retina

Escrito por contributing writer | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamentos para neuropatia isquêmica da retina
A neuropatia isquêmica pode afetar ambos os olhos (Scott Olson/Getty Images News/Getty Images)

A neuropatia isquêmica é um problema que afeta os olhos. Geralmente, ela atinge pessoas de meia idade ou idosas, aparecendo de repente. Normalmente causada por um derrame no nervo óptico, a neuropatia isquêmica pode afetar uma retina ou um olho, mas ela geralmente progride para ambos os lados. A extensão da perda de visão varia, sendo que o tratamento pode ou não ser eficaz na prevenção ou correção do problema.

Outras pessoas estão lendo

Causas

O tipo mais comum de neuropatia isquêmica que afeta a retina e causa a perda de visão é a não arterial. Cerca de 10% dos pacientes com esse tipo de neuropatia têm menos de 45 anos de idade, sendo os 90% restantes com essa idade ou mais. Esse problema afeta homens e mulheres igualmente e é causado pela circulação prejudicada na artéria que abastece o nervo óptico. Essa circulação ineficaz causa a redução da pressão sanguínea e os vasos que irrigam o nervo óptico não recebem quantidade suficiente de sangue. Isso faz com que o nervo seja danificado e a visão prejudicada, geralmente de maneira permanente.

Prevenção

A neuropatia isquêmica não pode ser prevenida. Contudo, especula-se que por volta de 75% da perda de visão associada ocorre durante o sono e que ela é causada por uma queda na pressão arterial. Portanto, ajustar os medicamentos que baixam a pressão e cessar o tabagismo pode ajudar a diminuir a extensão da perda da visão.

Tratamento

Atualmente, as opções de tratamento para a neuropatia isquêmica não são extensivas. Tomar ácido acetilsalicílico depois da neuropatia isquêmica afetar um olho pode ajudar a prevenir que o problema vá para o outro olho também. Os médicos também podem prescrever medicamentos para abaixar a pressão intraocular, para aumentar o fluxo sanguíneo do nervo óptico. Finalmente, se os pacientes forem diagnosticados com uma causa mais rara de neuropatia isquêmica, esteroides podem ser prescritos.

Reabilitação da visão

Devido ao fato da perda de visão associada à neuropatia isquêmica geralmente ser permanente, os médicos geralmente tentam reabilitar ou tratar a perda de visão resultante. Os reabilitadores especiais, incluindo óculos, filtros solares, lentes de aumento e até mesmo sistemas televisivos de circuito fechado com propriedades de aumento, podem ser recomendados para ajudar os pacientes a lidarem com a perda de aumento, contraste, controle em luz intensa e campo visual.

Prognóstico

Entre 20 e 25% dos pacientes com neuropatia isquêmica em um olho terão o mesmo problema no outro olho dentro de três anos. Contudo, a boa notícia é que aproximadamente 40% dos pacientes com neuropatia isquêmica podem ter alguma melhora na visão logo após a perda inicial.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível