Sensação de agulhadas nas pernas

Escrito por heather clark | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sensação de agulhadas nas pernas
A sensação de ferroadas pode ser bastante dolorosa (legs image by Stefan Jovanovic from Fotolia.com)

Muitas pessoas possuem uma sensação de agulhadas em suas pernas. Aqueles que são familiares a essa sensação podem perceber que se trata de um problema que tem alguma coisa a ver com os nervos ou a circulação. Na verdade, há várias causas para esse fenômeno estranho que são essas ferroadas que se sente nas pernas.

Outras pessoas estão lendo

Características

A sensação comumente conhecida como "ferroada" ou "agulhadas" na perna clinicamente recebe o nome de parestesia. A descrição mais comum é uma sensação de formigamento ou picadas, que pode variar entre leve e irritante até extremamente dolorosa. Geralmente, esses sintomas são acompanhados por uma sensação de anestesia ou falta de sensibilidade. Por causa disso, as pessoas dizem que a área está "dormente".

Causas comuns

A maioria das pessoas já teve essa sensação de ferroadas em algum momento da vida. A principal causa por trás dessa sensação é a pressão exercida nos nervos do corpo. Por exemplo, quando uma pessoa senta com as pernas cruzadas, ou alguma variação dessa posição, por muito tempo, a parestesia geralmente ocorre por causa do excesso de peso que é colocado sobre os nervos das pernas. Quando se estica novamente os membros inferiores, a falta de sensibilidade é substituída pela sensação de que há agulhas sendo espetadas na pele, que é na verdade a comunicação entre os nervos e a coluna dorsal que foi retomada. Essa sensação também pode estar presente quando a circulação da região é comprometida. Novamente, isso geralmente é remediado quando a posição em que a pessoa se encontra é alterada.

Advertência

É bem comum ter um episódio ocasional de parestesia. Contudo, não se deve ignorar crises frequentes ou persistentes. A parestesia crônica às vezes pode ser um indicativo de danos nos nervos ou a progressão de alguma desordem neurológica. Devido ao fato do tratamento ser determinado pela causa subjacente ao sintoma, é extremamente importante procurar aconselhamento médico quando crises dessa sensação de agulhadas ocorrerem com frequência nas pernas.

Ciática

A ciática é uma doença que resulta da inflamação dos nervos ciáticos. Esses nervos, que são os maiores do corpo humano, estão localizados na parte inferior das costas e se estendem para baixo, ao longo de todo o comprimento das pernas. Fontes comuns de inflamações são discos herniados, estenose espinhal e doenças ósseas, como a osteoporose. Independentemente da fonte, a ciática pode causar parestesia severa nas pernas, o que pode ser extremamente doloroso. Tratamentos para a ciática podem incluir exercícios de fisioterapia caseira, medicamentos para a dor e cirurgia, dependendo da fonte da inflamação.

Substâncias tóxicas

Às vezes a sensação de agulhadas nas pernas é um indicativo de danos no nervo induzidos quimicamente. Ocasionalmente, esse dano nervoso pode resultar do uso de certos medicamentos prescritos. Contudo, com maior frequência ainda é a parestesia causada por toxinas, como o chumbo e o mercúrio. Sabe-se também que o consumo excessivo de álcool, por um período prolongado de tempo, causa danos ao sistema nervoso. As lesões causadas nos nervos e que foram induzidas pelo álcool são conhecidas como neuropatia periférica.

Efeitos

Em casos não severos, a parestesia não é mais que uma ocorrência irritante que desaparece sozinha. No caso de desordens neurológicas e danos nervosos, os efeitos a longo prazo nas pernas e no sistema nervoso dependem da causa subjacente e do tratamento prescrito. Como a maioria das doenças, os melhores resultados ocorrem quando há a detecção precoce do problema. É por isso que é importante discutir a parestesia com um médico, antes que os sintomas se tornem crônicos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível