×
Loading ...

Como tratar a cauda lesionada de um gato

Atualizado em 17 abril, 2017

Quando um gato é diagnosticado com uma lesão na cauda, ​​há várias opções disponíveis para reparar os danos. As lesões típicas são caudas quebradas, paralisadas e com lacerações. Consultar um veterinário é altamente recomendado. Ele fará um exame completo no gato, incluindo raios-X, para descobrir a origem da lesão.

Instruções

As lesões nas caudas dos gatos podem ser diagnosticadas por um veterinário (cat image by April K from Fotolia.com)
  1. Faça o gato ficar o mais confortável e imóvel possível, para evitar mais lesões. Levar o gato para o consultório do veterinário pode ser uma experiência traumática, especialmente quando ele já está sentindo dor. Uma caixa de transporte, bolsa ou até mesmo uma caixa comum podem funcionar bem para levá-lo e inibir o movimento dele.

    Loading...
  2. Siga as recomendações do veterinário sobre como cuidar do seu gato em casa. No caso de uma cauda paralisada, o veterinário provavelmente irá querer amputar a cauda do gato. A amputação é necessária, pois a cauda ficará arrastando e entrando no caminho do felino ao urinar e defecar, o que fará uma bagunça. Alguns gatos têm paralisia nos músculos da bexiga e do esfíncter, que inibem a capacidade de urinar e defecar. O cuidado com esses gatos inclui laxantes e o auxílio para esvaziar a bexiga, bem como a limpeza diária, para evitar odor e infecção no animal. Isso leva tempo e dedicação, e pode ser estressante para o gato e para o dono. Se a cauda do gato estiver quebrada e as vértebras não estiverem separadas, ele terá que ficar em repouso dentro de casa, para que ela fique curada. Isso pode incluir sedativos para um gato hiperativo. Às vezes é necessário fazer uma cirurgia para reparar uma cauda quebrada e separada, e, novamente, a recuperação ocorre com o repouso em casa. Se a lesão for uma laceração, o veterinário pode dar pontos ou fazer um curativo. O colar elizabetano pode ser necessário para impedir que o gato lamba ou morda o local. O colar elizabetano é um colar em forma de cone, que é fixado em torno do pescoço e impede o acesso da cabeça ao corpo.

  3. Previna lesões, optando por manter o gato dentro de casa, proporcionando uma caixa de areia e um arranhador. A maioria dos gatos com lesões na cauda adquirem seus ferimentos ao ar livre. Ser atropelados por um carro, ficar com o rabo preso em uma cerca e entrar em pânico para fugir de certas situações provocam essas lesões.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...