Como tratar a ruptura do músculo peitoral

Escrito por denise stern | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O músculo peitoral, ou do peito, é propenso à lesão, especialmente entre levantadores de pesos, fisiculturistas e praticantes de esportes de contato. O conhecimento dos sinais de advertência e a compreensão dos princípios básicos de primeiros socorros, em caso de ruptura desse músculo, podem poupar muito sofrimento e despesas médicas a longo prazo. As fibras musculares rotas são muito dolorosas. Os sinais de ruptura de um músculo na região peitoral podem incluir dor no peito, contusão e edema, assim como sensação de queimação. A perda de movimento ou da força de levantamento também são sinais clássicos.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Gelo
  • Calor

Lista completaMinimizar

Instruções

    Tratando a ruptura do músculo peitoral

  1. 1

    Primeiramente, pare o que estiver fazendo. Se estiver levantando pesos, ponha-os no chão, não tente chegar até a "sensação de queimação" ou cantar o mantra: "Sem sacrifício, nenhum benefício". Um músculo roto pode emitir um som de estalo ou uma sensação profusa de queimação. A força de levantamento diminui extremamente, e o indivíduo é incapaz de mover um ou ambos os braços horizontalmente.

  2. 2

    Trate a lesão da ruptura muscular com repouso e aplicações de calor e gelo. Envolva a bolsa de gelo em uma toalha ou pano de prato para evitar o contato direto com a pele. Deixe o gelo no local por cerca d 15 a 20 minutos. Continue com uma aplicação de calor usando uma toalha aquecida em micro-ondas ou uma almofada térmica com baixo ajuste de calor.

  3. 3

    Limite o movimento. Evite usar o braço ou o ombro no lado da lesão. É essencial repousar o músculo roto para que se cure adequadamente.

  4. 4

    Se a ruptura for grave e os métodos descritos anteriormente não proporcionarem alívio, pode ser necessária uma visita ao médico. Em alguns casos, é necessária a cirurgia para reparar a ruptura do músculo peitoral.

  5. 5

    Mesmo depois da cirurgia, deve-se limitar o uso do músculo, pois pode levar meses ou até anos para o músculo recuperar a força total. Em alguns casos, a reabilitação de uma área lesionada é um processo doloroso, extenso, com duração de vários meses.

Dicas & Advertências

  • Nunca se sobrecarregue com pesos sem trabalhar lentamente os seus músculos até aquilo que eles possam suportar.
  • Se os sintomas da ruptura do músculo peitoral persistirem após aplicações de calor e frio, ou ocorrer formigamento, dormência ou perda de movimento por mais de alguns dias, marque uma consulta com um médico. Adotar uma atitude de "esperar para ver" pode causar um processo de cura mais prolongado ou levar a uma cirurgia que poderia ser evitada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível