Como tratar Tinea pedis

Escrito por mike parker | Traduzido por juliana néris nakanejo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar Tinea pedis
O pé de atleta às vezes requer uma amostra para ser examinada no microscópio (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Médicos referem-se a ela como Tinea pedis, mas a maioria das pessoas referem-se a essa irritante infecção do pé pelo seu nome comum - pé de atleta. Apesar das infecções de pele serem da mesma família Tinea, como pé de atleta, micose e coceira de jóquei, elas não respondem da mesma forma para as medicações específicas, por isso, é importante o diagnóstico apropriado. O pé de atleta às vezes requer uma amostra para ser examinada no microscópio; essas são obtidas pelo médico, a partir de uma raspagem da área infectada do paciente.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Pomada tópica antifúngica

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Examine-se para sinais e sintomas de pé de atleta. Um dos primeiros sinais que você pode perceber é o odor persistente. Essa condição causa rachaduras ou bolhas que podem abrir e deixar a camada interna da pele exposta. A área infectada normalmente queima e coça, e deve ter aspecto vermelho e com incrustações, que devem descamar.

  2. 2

    Aplique pomada antifúngica de venda livre que é comercializada especificamente para o tratamento de pé de atleta na área infectada conforme indicado. Casos leves de pé de atleta respondem bem à medicação que contém miconazol, clotrimazol ou terbinafina. Mantenha seus pés secos, use sapatos feitos de material respirável e aplique medicamentos em forma de pó para pés para prevenir que os fungos voltem.

  3. 3

    Contate seu médico se o medicamento de venda livre não funcionar ou se a infecção se espalhar. Seu médico deve fazer exames da área infectada e pode ser preciso fazer uma raspagem. Isso pode ser feito raspando-se levemente a área infectada com um instrumento afiado. A pele solta deve ser armazenada em um recipiente estéril e examinada sob o microscópio para o diagnóstico definitivo.

  4. 4

    Siga corretamente as ordens do médico para o tratamento. Isso pode incluir a aplicação de um antifúngico tópico e adicionalmente um tratamento de várias semanas com uma prescrição antifúngica oral, como a terbinafina, itraconazol ou fluconazol.

Dicas & Advertências

  • Evite automedicação com corticosteroides tópicos, pois estes podem causar a rápida disseminação da infecção fúngica.
  • Não tente fazer a raspagem para retirada do material da área infectada. Isso só pode ser feito por um profissional especializado. Um corte pode resultar em uma infecção séria.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível