Qual é a versão católica da Bíblia?

Escrito por genevieve van wyden | Traduzido por juarez jr.
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual é a versão católica da Bíblia?
Use a Bíblia fora das missas (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Os católicos não costumam levar a Bíblia com eles para a missa dominical. Em vez disso, eles recebem a Palavra de Deus nas leituras dadas por leitores no púlpito. Enquanto a versão do Rei James é universalmente conhecida, as versões católicas da Bíblia não são tão famosas.

Outras pessoas estão lendo

Várias versões

De acordo com o Rev. Ronald D. Witherup, os católicos podem usar uma das várias versões da Bíblia, que são: a Versão Revisada Padrão, versão católica, a Nova Versão Revisada Padrão, versão católica e a Nova Bíblia Americana, que é a edição católica padrão. O Novo Testamento e os Salmos foram revistos nessa edição. A Nova Bíblia de Jerusalém é também uma Bíblia católica que contém notas de rodapé e material de apoio informativo. A Boas Novas Tradução, edição católica, também é considerada uma Bíblia católica. A versão Douay-Rheims, mesmo sendo uma Bíblia católica muito antiga, ainda é usada hoje em dia, porém o Rev. Witherup a descreve como "desatualizada", com nomes do Antigo Testamento que "podem ​​ser confusos". Ela é baseada na tradução para o latim (Vulgata), que foi, por um período, a única versão católica oficial da Bíblia.

Qual Bíblia deve ser usada

O Rev. Witherup aponta que os motivos pelos quais uma família católica usa a Bíblia deveriam influenciar na escolha da versão. Ele salienta, ainda, que a pessoa que usá-la tem que estar confortável com a versão que está usando. A Bíblia não deve ser usada apenas na missa aos domingos. Ela pode ser usada durante a catequese, nos grupos de oração e em casa. Se alguém estiver ajudando uma criança a se preparar para a Primeira Comunhão ou para a Crisma, a Bíblia será uma ótima companheira. Os católicos devem usar a versão que os deixe mais confortáveis​​, tanto a Douay-Rheims como a Nova Versão Internacional são boas escolhas.

Use a Bíblia fora da missa

Para o católico que quer aprender mais, uma boa versão da Bíblia pode ajudá-lo a crescer em conhecimento e fé. Eles também podem rezar com a Bíblia fora da missa dominical para se fortalecerem na fé. A Versão Revisada Padrão, edição católica de 1966, recebeu a aprovação do Cardeal Cushing, que era o Arcebispo da Arquidiocese de Boston. Outras boas versões para serem usadas fora da missa são a Nova Bíblia Americana e a Bíblia de Jerusalém.

Catecismo da Igreja Católica

A Nova Bíblia Americana é a Confraternização da Doutrina Cristã (CDC), de 1991. Essa é a versão que a maioria ouve a partir dos púlpitos aos domingos. É uma escolha popular entre os católicos porque eles estão familiarizados com a sua linguagem. Cada seção contém textos precisos e de fácil compreensão, de acordo com o Rev. Witherup.

Cuidado

O Novo Testamento e Salmos: Uma versão em língua Inclusiva, tem uma linguagem de gênero que a torna difícil de ler. Por exemplo, a Oração do Senhor (o Pai Nosso) começa com "Pai-Mãe", sendo que a versão tradicional começa assim: "Pai nosso. . . ". "O Filho do Homem" foi alterado para "filho de um humano". Outra Bíblia para se ter cuidado é a Bíblia Viva (Tyndale, 1971). Ela contém paráfrases, em vez de traduções. Paráfrases têm julgamento editorial e tentam esclarecer a ambiguidade dentro da Bíblia, pois ela é, e deve ser, aberta à interpretação. A versão mais recente é a Nova Tradução Viva (Tyndale, 1996). Essa versão se traduz em vez de parafrasear, mas ainda tenta fazer um "julgamento pré-determinado" sobre o significado do texto, de acordo com o Rev. Witherup.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível