Três estilos da arquitetura grega

Escrito por billy mccarley | Traduzido por vanessa arnaud
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Três estilos da arquitetura grega
A arquitetura grega é caracterizada por sua continuidade (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A arquitetura grega é famosa por três estilos: dórico, jônico e coríntio. Os gregos utilizavam estes três estilos em vários templos e espaços públicos, finalizando-os com ornamentos triangulares. Além disso, os gregos sempre instalavam dois estilos, se encontrando ao longo da construção mas nunca se misturando. O estilo dórico não se misturava com o jônico ou o coríntio, e vice-versa.

Outras pessoas estão lendo

Dórico

O estilo arquitetônico dórico é representado pela mais básica coluna grega. Esta coluna, que podia chegar até cerca de 12 m de altura, era canelada do topo até o chão. A base da coluna não possuía nenhum revestimento ou moldura desenhada. Entretanto, o topo era coberto por uma moldura trabalhada e um contorno quadrado logo abaixo do friso onde a coluna encontrava o ornamento triangular. Estas colunas foram descobertas na arquitetura grega, representando a evolução em construção e design do país.

Três estilos da arquitetura grega
A coluna dórica é a primeira e o mais básico elemento da arquitetura grega (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Jônico

A arquitetura jônica também apresentava colunas que chegavam até cerca de 12 m de altura e 1,5 m a 2 m na base. O estilo jônico apresentava uma base quadrada e uma moldura ao redor, e uma voluta onde encontrava o friso da construção e a linha de decoração. A moldura do topo era mais decorativa do que a apresentada nas colunas dóricas e a base ostentava uma largura de 1 m a mais do que o topo.

Três estilos da arquitetura grega
O estilo jônico é mais decorado e elaborado do que o anterior dórico (Comstock/Comstock/Getty Images)

Coríntio

O último dos estilos arquitetônicos gregos é o mais elaborado e restrito a palácios reais e templos da coroa grega. Este estilo é rebuscado, com colunas de base que alcançam de 1 m a 1,5 m a mais de largura do que o topo. A base se situa em um bloco redondo circundado por uma moldura. O topo é decorado com ornamentos de folhas, flores e volutas, combinados para formar o famoso estilo coríntio.

Três estilos da arquitetura grega
O estilo coríntio é a mais refinada das vertentes arquitetônicas gregas (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Ornamentos triangulares

Todos estes estilos arquitetônicos são cobertos e finalizados com o ornamento triangular que caracteriza a arquitetura grega. O teto triangular dos templos e complexos gregos representam uma culminação definitiva da ordem grega que se iniciou na base das colunas e se tornou uma refinada decoração no topo, conectada ao teto para acabamento. Os gregos seguiram uma forma definida de simetria em que todas as colunas, janelas e portas apareciam em pares, independentemente da quantidade instalada na construção. Finalmente, a ordem grega se completa, seja estilo dórico, jônico ou coríntio, pelo ornamento triangular na entrada da construção.

Três estilos da arquitetura grega
A simetria e o ornamento triangular completam o estilo grego de arquitetura (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível