×
Loading ...

10 Modos de se tornar um voluntário

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Introdução

Olhe à sua volta e você verá comunidades que precisam de ajuda. Muitas vezes você deseja tomar uma iniciativa e fazer algo para aliviar o sofrimento dos necessitados, mesmo que seja um pouco. Mas você pode hesitar se sentir que não está qualificado para ajudar, não tem os recursos financeiros ou simplesmente não sabe por onde começar. Lori Jean Mantooth, diretora de programas de treinamento para a Points of Light, oferece dez maneiras para você entrar em ação e se tornar um voluntário.

Matt Carr/Photonica/Getty Images

Siga sua paixão

“Alguns dos programas de auxílio mais significativos acontecem quando você se voluntaria para atuar em causas pelas quais é apaixonado de verdade”, diz Lori. Por exemplo, se você ama animais, veja o que pode fazer para ajudar um abrigo de animais ou operação de resgate. Ligue ou veja no site do abrigo quais suprimentos são mais necessários e depois trabalhe com a família, amigos e vizinhos para coletar e entregar esses itens”, diz ela.

Jupiterimages/Creatas/Getty Images

Proteja o ambiente

Fazer sua parte para ajudar o meio ambiente não poderia ser mais fácil. Comece em casa, reciclando e poupando água e energia. Depois, leve a ideia para seu bairro, reunindo seus amigos para limpar o parque local. “Pense em plantar árvores ou flores para ajudar a embelezar a área”, diz Lori. “Só não esqueça de pedir permissão antes de plantar qualquer coisa em solo público”.

Ryan McVay/Digital Vision/Getty Images

Visite um idoso

Existem muitas pessoas vivendo em diferentes abrigos para idosos que não recebem visitas e que amariam ter a oportunidade de receber você. “Estabeleça um programa no qual voluntários de todas as idades possam conhecer os residentes e ajudar a trazer alegria aos seus quartos”, diz Lori. Jogue jogos, cante, dê festas ou simplesmente sente e converse, acrescenta ela.

Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Ponha suas habilidades tecnológicas para funcionar

Surpreendentemente, muitas pessoas não percebem que usar suas habilidades profissionais é uma grande forma – e muito necessária – de ajudar. “Por exemplo, pessoas com habilidades tecnológicas podem ajudar organizações a desenvolver seus sites, criar e manter sua presença em redes sociais e treinar sua equipe em soluções online gratuitas”, diz Lori. Pense no que você tem a oferecer, depois fale com as organizações comunitárias que o interessam para ver como pode contribuir.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Apoie as crianças

Se você ama ajudar e trabalhar com crianças, existem muitas maneiras de se voluntariar. “Alunos de todas as idades podem se beneficiar de um empurrãozinho acadêmico extra e de passar algum tempo com um adulto atencioso”, diz Lori. “Ajude um aluno da primeira série a aprender a ler, ensine um aluno da segunda série a diferença entre triângulos agudos e obtusos ou ajude em atividades extracurriculares”. Veja com sua escola ou centro comunitário para saber como pode ajudar.

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Ajude os sem teto

Independentemente de onde você vive, há pessoas que precisam de ajuda. Para auxiliá-los, a maioria das comunidades possui abrigos ou outras organizações em que você pode se voluntariar. “Você pode se tornar parceiro dessas organizações para coletar alimentos ou roupas, servir refeições, ajudar indivíduos a se preparar para o mercado de trabalho, cuidar de crianças enquanto seus pais procuram empregos ou fazer a manutenção dos abrigos”, conta Lori. Para muitas organizações, o tempo é tão importante quanto doações monetárias.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Anime outras pessoas

Muitas organizações focam em ajudar pessoas com deficiências a ter experiências ao ar livre por meio de atividades esportivas, revela Lori. “Explore as oportunidades, como ser um 'companheiro' com visão para uma caminhada ou corrida com deficientes visuais ou ensinar crianças com deficiências a surfar”, diz ela. Ajudar os outros a experimentar algo que eles nunca imaginaram que iriam ou que poderiam fazer é um presente incrível – para eles e para você.

Jupiterimages/Creatas/Getty Images

Conscientize e financie

Organizações sem fins lucrativos não poderiam fazer o que fazem sem o apoio financeiro das comunidades a que servem. “Se você tem jeito para planejamento de eventos, vendas ou networking, ceda suas habilidades para ajudar a levantar fundos para sua organização favorita”, conta Lori. Junte-se ao comitê de planejamento para o evento de angariação de fundos anual do grupo, solicite doações e patrocínios de empresas locais ou organize um lava-jato mensal. Não há limite para o que você pode fazer para levantar dinheiro.

Comstock Images/Comstock/Getty Images

Coloque por escrito

Se você tem o dom da escrita, está pronto para ajudar sua organização preferida. “Voluntários com fortes habilidades de escrita são de valor inestimável para organizações sem fins lucrativos”, diz Lori. “Você pode ajudar a redigir propostas de doação, boletins informativos, material de marketing, textos para sites e relatórios anuais.” Se você tem experiência com jornalismo ou relações públicas, pode escrever comunicados à imprensa ou escrever para o blog do grupo.

Comstock Images/Comstock/Getty Images

Seja habilidoso

Se você ama artes e artesanato, compartilhe este amor com as pessoas de sua comunidade. "Conecte-se a um programa pós-escola, centro comunitário ou outra organização para dar uma aula sobre como fazer artesanato ou arte", sugere Lori. Outros excelentes locais para se voluntariar incluem hospitais infantis, abrigos para idosos e creches.