Como calcular o teor de nitrogênio em NPT

••• BananaStock/BananaStock/Getty Images

Pacientes que estão muito doentes ou feridos para comer ou beber são alimentados de forma intravenosa através da nutrição parenteral total ou NPT. Entre outros nutrientes, a NPT provê proteínas na forma de aminoácidos, que contêm nitrogênio. Uma vez que proteínas são importantes na formação de novos tecidos durante a recuperação, a equipe médica foca em manter o paciente em um balanço positivo de nitrogênio, o que significa que ele retém mais nitrogênio (e portanto proteína) do que está perdendo. A equipe deve, então, calcular precisamente o teor de nitrogênio da NPT.

Passo 1

Procure no prontuário a quantidade de solução da NPT que o paciente está recebendo. Tipicamente, um paciente recebe cerca de 2 litros por dia (2000 ml).

Passo 2

Identifique a porcentagem de aminoácidos na solução NPT a partir do seu formulário. Soluções padrões de NPT contêm 5% de aminoácidos, mas o médico pode ter determinado uma mistura especial da farmácia caso a situação do paciente necessite de uma solução diferente.

Passo 3

Calcule quantas gramas de proteína o paciente recebe por dia. A concentração de aminoácidos na solução é igual a gramas de proteína por 100 ml de solução. Por exemplo, uma solução de 5% de aminoácidos contém 5 g de proteína por 100 ml. Multiplique gramas por 100 ml pelo volume total da solução NPT que o paciente recebe em um dia. Se um paciente está recebendo 2000 ml de uma solução 5% de aminoácido, por exemplo, ele está recebendo 100 g de proteínas por dia (2000 ml x (5 g / 100 ml) = 100 g).

Passo 4

Calcule as gramas de nitrogênio baseado em gramas de proteína. Há 1 grama de nitrogênio em 6,25 gramas de proteína. Baseado nesse fator de conversão, divida a quantidade de gramas de proteína por dia por 6,25 para obter gramas de nitrogênio. Por exemplo, um paciente recebendo 100 g de proteína por dia está recebendo 16 g de nitrogênio (100 g / 6.25 g = 16 g).

Mais recentes

×