Como consertar um relacionamento com um enteado adulto

••• Thinkstock Images/Comstock/Getty Images

Alguns padastros passam por um momento calmo e fácil quando entram em uma família já formada e ligam-se aos seus enteados. Crianças jovens oferecem uma fácil aceitação a um novo membro da família e criam vínculos com seus padrastos. Entretanto, enteados adultos são uma história diferente. Adultos possuem mais dificuldade de aceitar o novo "pai" em suas vidas. O que torna ainda mais complicado consertar um relacionamento problemático com esse tipo de enteado.

Passo 1

Pense de que modo você contribuiu para os problemas que está lidando com o enteado. É quase impossível esperar reconciliar-se sem lembrar, reconhecer e se desculpar por erros pessoais.

Passo 2

Contate o enteado. Em primeiro lugar, dependendo do quanto que o relacionamento foi danificado, isso pode ser um passo bem difícil a se fazer. Enquanto pode haver muita dificuldade, é geralmente necessário para o padastro iniciar o contato, independentemente de quem seja a culpa.

Passo 3

Explique o problema que precisa ser discutido e que espera que haverá uma solução. Expresse seus problemas pessoais e seja aberto para que o enteado também se expresse. Tente chegar a um tipo de acordo ou compromisso.

Passo 4

Evite aceitar paternalmente aquele adulto, mesmo se for seu enteado, pois ele não precisa disso mais. A paternidade já cumpriu sua função e já está completa, seja pelo padrasto ou pelos pais biológicos. Ao invés disso, foque no modo em que você pode ser um parceiro para ele.

Passo 5

Prepare para críticas. Enteados de qualquer idade, geralmente, criticam e até insultam seus padrastos. Enquanto não é necessário negligenciar palavras tão cruéis e ações que ocorrem há um longo tempo, é benéfico para ambos escolherem as batalhas sabiamente e deixar algumas coisas passarem sem dar-lhes atenção.

Passo 6

Fique com um pé atrás na situação. Não é sempre realístico esperar que cada problema se resolva imediatamente e que o relacionamento automaticamente será restaurado. Ao contrário disso, permita que o enteado tenha algum espaço para pensar sobre a discussão e entenda em seu próprio tempo.

Mais recentes

×