Como cortar as unhas de um dachshund miniatura

••• George Doyle & Ciaran Griffin/Stockbyte/Getty Images

É essencial cortar as unhas de um dachshund miniatura com regularidade para manter a saúde e o bem-estar dele. Unhas grandes demais podem causar dores ao andar, diminuir a atividade física e aumentar as chances de obesidade. Elas também podem se rasgar e quebrar, causando dores e infecções. Casos severos podem ser debilitantes, causando problemas como dedos distorcidos, artrites e a inserção da unha na pata. É necessário cortar as unhas desse cão a cada duas semanas, pois um corte frequente diminui as chances de se cortar o sabugo ou o vaso sanguíneo da unha, o que causa dores e, por vezes, fortes sangramentos. Uma unha bem aparada fica um pouco acima do solo, sem tocá-lo, quando o cachorro está de pé em uma superfície dura.

Passo 1

Escolha entre os dois tipos disponíveis de alicates de unha. Ha os tipo alicate mesmo, que têm duas lâminas curvas ou retas que se juntam com o pressionar das alças e funcionam de forma parecida com a de uma tesoura. Alguns modelos têm uma proteção que não deixa a unha ser cortada demais. Os alicates tipo guilhotina têm um anel de metal na ponta, dentro do qual a unha do cachorro é inserida. Ao apertar o cabo, essa lâmina atravessa a unha. É possível trocar as lâminas gastas desse tipo de alicate, mas se a lâmina do primeiro tipo de alicate citado se desgastar, será necessário comprar outro.

Passo 2

Para manusear as patas do cão mais facilmente, coloque-o sobre uma superfície não escorregadia e que tenha uma altura boa o bastante. Se o cachorro estiver com medo da altura, peça que alguém lhe ajude e segure o cachorro com um dos braços, colocando o cotovelo junto ao tórax do mascote e a mão na barriga dele.

Passo 3

Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images

Fique de pé, deixando o cachorro virado para o lado – a cabeça dele deverá estar virada para a esquerda se você for destro ou para a direita, se você for canhoto. Levante a perna do cachorro com sua mão auxiliar, articulando-a na região do metacarpo ou do tornozelo e virando a parte de baixo das patas para cima. Leve a perna um pouco para trás e ligeiramente para fora, de forma que a pata fique perto do corpo.

Passo 4

Comece com a unha que fica mais para fora. Se você estiver usando alicates tipo guilhotina, insira a ponta da unha no anel metálico, a um ângulo adequado para a lâmina. Segure os cabos, que deverão estar virados para o chão ou para o teto, da forma que for mais cômoda para você. Pressione firmemente as alças, com um único movimento.

Se os aparadores forem do tipo alicate, coloque o protetor de unha do lado das lâminas e, ao colocar a unha entre elas, encoste-a na proteção.

Passo 5

Olhe diretamente para a ponta aparada, procurando o sabugo, que deve se parecer com um círculo cinza ou rosado no meio. Continue cortando, aos poucos, até o sabugo ficar visível. Se as unhas tiverem coloração clara, será possível ver a carne rosada através dela. Insira a unha no anel ou entre as lâminas, a 2 ou 3 mm de distância do sabugo e corte. Se você por acaso cortá-lo, o cachorro irá ganir e o sangue irá gotejar da ponta da unha. Coloque-a, nesse caso, no pó hemostático para parar o sangramento e evitar infecções.

Passo 6

Apare agora as unhas das patas da frente, do mesmo jeito, sem se esquecer das unhas pequenas que ficam embaixo dos metacarpos, do lado das pernas. Essas garras se prendem à pele e podem ser puxadas e aparadas. Como elas são apenas vestigiais e não funcionais, não têm um sabugo muito grande e podem ser aparadas mais do que as outras. Essas unhas também tendem a se rasgar com mais frequência se crescerem demais.

Passo 7

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Pegue logo acima do metacarpo da pata traseira, puxando-o para fora do corpo do cão – de forma que a pata fique quase reta e sua parte de baixo fique virada para cima. Apare então as unhas, inclusive as do quinto dedo, se houver.

Mais recentes

×