Como cuidar de um cão recentemente castrado que está vomitando ou com diarreia

••• Chris Amaral/Digital Vision/Getty Images

Vômito e diarreia são problemas de saúde comuns em cães que passaram por uma cirurgia de castração. Se não forem cuidados adequadamente, a diarreia e o vômito podem rapidamente deixá-los desidratados e ocasionar a morte dos animais. Aprender a cuidar do cão após ele ser castrado é importante, se você realmente importa-se com o bem-estar dele e deseja que o animal fique seguro e o mais saudável possível.

Passo 1

malivoja/iStock/Getty Images

Coloque o cão em um local seguro, silencioso e calmo, longe de crianças e outros animais para evitar que eles tenham contato com vômito e diarreia. Cercados, canis ou banheiros são ambientes ótimos para acomodar temporariamente o cachorro.

Passo 2

Chris Amaral/Photodisc/Getty Images

Não o alimente por pelo menos seis a oito horas após ele retornar para casa. Depois da cirurgia, o estômago fica temporariamente sensível, o que causa vômitos ou diarreia se forem dados alimentos pesados.

Passo 3

lilu13/iStock/Getty Images

Observe a incisão na barriga do animal regularmente. Se ela ficar infectada, inchada, vermelha, sensível ao toque, entre outros, o seu cão pode ter febre, episódios de vômito ou diarreia. Mantenha a área em torno da incisão o mais limpa possível usando um pano morno e úmido para limpar sujeiras ou resíduos.

Passo 4

Solovyova/iStock/Getty Images

Dê ao cachorro bastante líquido. Os cães que sofrem de vômito e diarreia frequentemente perdem grandes quantidades de fluidos, o que pode levá-los a uma desidratação grave. Coloque a água em uma vasilha próxima ao animal para que ele tenha acesso visível. Encha a vasilha de água regularmente para mantê-la sempre cheia.

Passo 5

danienel/iStock/Getty Images

Alimente o cachorro com comidas leves, tais como arroz e carne bovina, para acalmar o estômago. A Washington State University College of Veterinary Medicine recomenda alimentar o cão com pequenas quantidades de comida leve, sem gordura, três a seis vezes diariamente, por alguns dias, com aumento gradual das porções e uma transição suave para a dieta normal, para tratar vômito e diarreia.

Passo 6

mladensky/iStock/Getty Images

Não dê medicamentos para dor se ele estiver apresentando vômito e diarreia excessivos, pois o cão pode ser alérgico ao medicamento ou este pode ser a causa do mal-estar. Consulte o veterinário sobre os diferentes efeitos colaterais associados ao remédio para dor prescrito.

Mais recentes

×