×
Loading ...

Como cuidar de pés de tomate-cereja

Os tomates-cereja têm pés fortes e que parecem resistir melhor a doenças do que as plantas de seus primos maiores. Os frutos são doces e têm um sabor intenso. Esses tomateiros podem ser cultivados em quase qualquer tipo de clima, em fileiras no solo ou em recipientes como vasos e caixas.

Os tomates-cereja são doces e têm um sabor intenso (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Plantio

Os pés de tomate-cereja podem ser comprados em mudas que podem ser obtidas em viveiros de plantas, lojas de artigos agrícolas e em algumas lojas de artigos baratos. Se for plantar diretamente no chão, é recomendável retirar todas as folhas, exceto aquelas que ficam na parte mais de cima, e colocar as mudas em buracos profundos: cerca de dois terços da planta deverão ficar sob o solo. Isso ajuda o desenvolvimento de raízes maiores e mais fortes. Em recipientes, o tamanho do buraco é menor e, portanto, nesses casos é aceitável enterrar apenas o torrão da raiz.

Plante as mudas depois da última geada do ano, em um local onde a luz solar bata por pelo menos 6 horas por dia. Deixe também espaço o suficiente entre as plantas para que as estacas, treliças ou grades possam dar apoio aos caules quando os frutos aparecerem. Há instruções mais específicas para cada tipo particular de tomate cereja mas, geralmente, 60 cm de distância entre os pés são o suficiente.

Para colher ainda no outono, pode-se plantar desde o final da primavera até o meio do verão.

Loading...

Solo

O solo enriquecido com compostagem e outras substâncias orgânicas é um bom começo para o cultivo e ajuda as plantas a desenvolverem raízes fortes e se manterem saudáveis. O solo também deverá estar sempre úmido e bem drenado. Os vasos, barris ou caixas em que as plantas ficam deverão contar com orifícios na parte de baixo, bem como com uma camada de cascalho para melhorar a passagem de água.

Água e alimentação

Regue os pés de tomate-cereja pelo menos a cada dois dias e, se o tempo estiver seco, todos os dias. As plantas em recipientes deverão ser regadas mais de uma vez ao dia se o tempo estiver quente, pois a água evapora mais rapidamente em espaços menores. Fertilize com adubo líquido ou solúvel feito para frutas ou específicos para tomates. Fertilizar a cada duas semanas provê o bastante de nutrientes para as plantas que estão crescendo.

Acolchoado

Uma boa cobertura orgânica ajuda a impedir o aparecimento de ervas daninhas e retém a umidade. Ela também protege, pois evita que as raízes sequem com o sol do verão. Lascas de madeira, compostagem, folhas moídas e relva cortada são boas coberturas orgânicas para pés de tomate.

As ervas daninhas irão se infiltrar no acolchoado e, portanto, é uma boa ideia arrancá-las com frequência e regularidade.

Colheita

Os tomates, quando bem firmes e totalmente vermelhos, estão prontos para a colheita. Eles têm a melhor qualidade quando as temperaturas médias diárias ficam em torno de 24 °C. Temperaturas mais altas fazem com que eles obtenham cor mais vagarosamente e amoleçam mais rápido. Se as temperaturas chegarem aos 32 °C, faça uma colheita antecipada logo que a cor estiver aparecendo, e deixe-os amadurecerem por completo em uma bancada ou silo em ambiente fechado onde possa haver ar condicionado que mantenha a temperatura mais próxima da ideal para a produção de tomates da melhor qualidade.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...